Mercado fechará em 1 h 8 min
  • BOVESPA

    119.235,88
    -328,55 (-0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.838,64
    +438,84 (+0,91%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,70
    -0,93 (-1,42%)
     
  • OURO

    1.814,90
    +30,60 (+1,71%)
     
  • BTC-USD

    55.869,10
    -1.428,90 (-2,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.446,11
    -25,31 (-1,72%)
     
  • S&P500

    4.173,57
    +5,98 (+0,14%)
     
  • DOW JONES

    34.357,31
    +126,97 (+0,37%)
     
  • FTSE

    7.076,17
    +36,87 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    +518,77 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.477,75
    -13,25 (-0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3697
    -0,0572 (-0,89%)
     

Empresa americana de maquininhas desbanca brasileiras e consegue contrato de 20 anos com a Caixa

ISABELA BOLZANI
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Fiserv desbancou credenciadoras brasileiras e foi selecionada para atuar como parceira estratégica da Caixa Cartões como fornecedora de maquininhas, oferecendo com exclusividade soluções de adquirência aos clientes da Caixa pelos próximos 20 anos, conforme anúncio feito nesta segunda-feira (26).

A mudança é mais um capítulo da guerra pela disputa do mercado de máquinas para pagamentos.

A Fiserv é uma empresa americana listada na Bolsa de Tecnologia Nasdaq, em Nova York, e foi escolhida depois de preencher requisitos estabelecidos pelo banco e ao oferecer a melhor proposta financeira. O valor do acordo não foi divulgado.

Após a implementação do acordo, a estimativa da Caixa é que o potencial anual do TPV (do inglês, volume total de pagamentos) alcance R$ 457 bilhões durante a vigência do contrato, de 20 anos.

O processo de seleção para o acordo comercial começou em janeiro deste ano pela Caixa Cartões. Em nota, a Caixa afirmou que o objetivo da parceria é alcançar participação relevante no mercado de cartões.

Com a parceria, a Caixa pretende comercializar maquininhas com aceitação de todas as bandeiras nacionais, Pix e voucher.

"Essa parceria estratégica é um passo importante para consolidar a Caixa Cartões como ecossistema de meios de pagamento do conglomerado, aproveitando a força da marca e a capilaridade do banco para oferecer soluções de captura de pagamentos", afirmou Julio Volpp, presidente da Caixa Cartões em nota.

O acordo é parte importante da estruturação do IPO (abertura de capital) da Caixa Cartões, previsto para 2022.