Empresário mantém otimismo em dezembro, diz FecomercioSP

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), medido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), ficou estável em dezembro, ao passar de 120,2 pontos em novembro para 120,1 no mês passado. O indicador varia de 0 a 200 pontos e aponta otimismo quando o resultado fica acima de 100. O ICEC se refere à cidade de São Paulo.

Em nota distribuída à imprensa, a assessoria técnica da FecomercioSP disse que o resultado de dezembro mostra um "avanço nas percepções correntes e uma manutenção dos indicadores nos patamares de otimismo". De acordo com a nota, isso denota a confiança dos comerciantes em um crescimento no volume de vendas no varejo.

O destaque positivo foi o Índice das Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC), que apresentou alta de 4,5% na variação mensal. O indicador apresentou recuperação em relação a novembro, quando registrou variação de -0,3%.

Segundo a FecomercioSP, 61,29% dos empresários consultados no período disseram acreditar que as condições atuais de suas próprias empresas melhoraram e 45,48% avaliaram que as condições da economia estão melhores. Além disso, 45,97% deles observaram que as condições atuais do setor melhoraram. A expectativa positiva de crescimento fez 77,82% dos empresários responderem que pretendem contratar novos colaboradores e 59,43% disseram que vão ampliar o nível de investimentos na própria empresa.

No entanto, os outros dois itens que sinalizam a confiança no futuro e que compõem o ICE apresentaram retração em dezembro, embora tenham permanecido na escala de otimismo. O Índice de Expectativa do Empresário do Comércio (IEEC) caiu 2,3%, ao atingir 152,3 pontos ante os 155,8 de novembro; já o Índice de Investimento do Empresário do Comércio (IIEC) recuou 0,8%, passando de 112,8 para 111,5 pontos.

Carregando...