Mercado fechado

Empreendedores renovam pizzaria tradicional e faturam R$ 3 milhões

·2 min de leitura
Empreendedores renovam pizzaria tradicional e faturam R$ 3 milhões. Foto: Getty Images.
Empreendedores renovam pizzaria tradicional e faturam R$ 3 milhões. Foto: Getty Images.
  • Dois amigos empreendedores decidiram se unir para renovar uma pizzaria tradicional;

  • A dupla de amigos conseguiu elevar o faturamento anual de R$ 480 mil para R$ 3 milhões;

  • Para alcançar o sucesso, os empresários investiram em rebranding e reformulação do cardápio.

Daniel Lucco e Marcos Paulo são dois amigos que sempre alimentaram o sonho de empreender juntos. Depois de quatro tentativas, encontraram no ramo da pizza, por meio de uma pizzaria tradicional, a possibilidade do sucesso.

E encontraram o triunfo, pois em menos de um ano de negócio, os dois elevaram o faturamento anual de R$ 480 mil para R$ 3 milhões.

Para alcançar tal marca, a dupla investiu no rebranding e na reformulação do cardápio da tradicional loja ‘Prima Donna’, transformando-a em ‘La Braciera’.

O processo de encontrar a pizzaria correta ocorreu durante a pandemia. Os empreendedores acharam o local ideal no bairro de Higienópolis, por meio de um intermediador especializado em estabelecimentos para venda.

Leia também:

Com contrato assinado, durante o primeiro semestre do ano passado, os sócios buscaram inovar no conceito do estabelecimento e focaram nas pizzas napolitanas.

Desse modo, os empresários investiram para seguir a receita original, de 1700, da região de Nápoles, na Itália.

Todo o aspecto financeiro da então pizzaria tradicional mudou nas mãos dos sócios. Se anteriormente só eram aceitos como meios de pagamento dinheiro e cheque, e com pedido via telefone, agora, a loja repaginada já estava presente até nos aplicativos de entrega, inclusive tendo um aplicativo próprio.

Para modernizar a pizzaria, os empreendedores contaram com o aporte de dois sócios investidores, Gustavo Brunello e Guilherme Paim, que desembolsaram R$ 400 mil. Desse modo, tradição e modernidade encontraram um novo espaço e cardápio.

Até então, o faturamento mensal da ‘Prima Donna’ era de R$ 40 mil. Após as mudanças internas, a ‘La Braceria’ alcançou R$ 400 mil, fechando o ano de 2021 com o faturamento de R$ 3 milhões.

Com sucesso, os sócios abriram mais uma unidade e uma dark kitchen. Desse modo, atualmente, as vendas estão divididas entre 70% para o delivery e 30% para o local físico.

Para 2022, os empreendedores querem investir em mais duas unidades e desejam faturar R$ 1 milhão por mês.

As informações são do Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos