Mercado fechará em 1 h 11 min
  • BOVESPA

    110.241,99
    -1.681,94 (-1,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.761,24
    -473,13 (-0,92%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,52
    -1,46 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.782,30
    -27,30 (-1,51%)
     
  • BTC-USD

    17.086,10
    +75,20 (+0,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    403,73
    -7,49 (-1,82%)
     
  • S&P500

    4.010,53
    -61,17 (-1,50%)
     
  • DOW JONES

    34.035,10
    -394,78 (-1,15%)
     
  • FTSE

    7.567,54
    +11,31 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    19.518,29
    +842,94 (+4,51%)
     
  • NIKKEI

    27.820,40
    +42,50 (+0,15%)
     
  • NASDAQ

    11.833,50
    -176,75 (-1,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5260
    +0,0320 (+0,58%)
     

Empréstimo do Auxílio Brasil chega para pagar contas, comprar comida e até para a ceia de Natal

SÃO PAULO, SP, 17.11.2022 - AUXÍLIO-BRASIL: Pessoas em fila em frente à agência da Caixa Econômica Federal na avenida Sapopemba, na zona leste de São Paulo. A Caixa realiza o primeiro pagamento do Auxílio Brasil com desconto do empréstimo consignado. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 17.11.2022 - AUXÍLIO-BRASIL: Pessoas em fila em frente à agência da Caixa Econômica Federal na avenida Sapopemba, na zona leste de São Paulo. A Caixa realiza o primeiro pagamento do Auxílio Brasil com desconto do empréstimo consignado. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Beneficiários do Auxílio Brasil madrugaram na fila de agências da Caixa Econômica Federal nesta quinta-feira (17) em busca do empréstimo consignado, em São Mateus e Itaquera, na zona leste da capital paulista. Comprar comida, pagar contas e até guardar um pouco para a ceia de Natal estão entre os planos de quem foi pedir o crédito em agências do banco público.

A Caixa começou a pagar a parcela de novembro do benefício nesta quinta e os pagamentos seguem até o dia 30 de novembro. A busca por empréstimo ocorre depois que o consignado do Auxílio Brasil ficou suspenso no banco por cerca de duas semanas. A suspensão começou antes do segundo turno, por recomendação do TCU (Tribunal de Contas da União), e terminou nesta segunda (14), após paralisação para a Dataprev (empresa de tecnologia do governo federal) processar a folha pagamento.

A Caixa afirma que realiza diversas ações para aprimorar o atendimento. Em especial nas agências de Itaquera e São Mateus, empregados do banco fazem a chamada "recepção qualificada" uma hora antes da abertura das unidades para pré-atendimento a clientes preferenciais, distribuição de senhas e orientações.

"Todos os que chegam até as 16h são atendidos no mesmo dia", diz nota. A Caixa atribui o aumento da movimentação ao feriado prolongado e ao início do pagamento do auxílio de novembro.

A faxineira Heleilde Reis Viana Marques, 35, era uma das primeiras da fila. Ela chegou por volta das 5h15 com o objetivo de pegar o empréstimo para comprar roupas para o filho de 12 anos, pagar contas e utilizar parte do valor na ceia de Natal.

Heleilde tentou acesso ao consignado na quarta (16), mas diz que o banco estava sem sistema. Como recebe por meio do cartão de benefício --e não pelo Caixa Tem-- a contratação é na agência bancária ou nas lotéricas.

A expectativa da faxineira é emprestar cerca de R$ 2.400 ou mais. O valor máximo é de R$ 2.569, segundo cálculos da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade). "Eu não sei quanto vai liberar, mas por mim eu pego o máximo", diz.

Ela afirma que está preparada para o desconto mensal da parcela no benefício, de até R$ 160, mas faz planos para que, em 2023, consiga fazer mais faxinas e cobrir o desfalque no orçamento. Atualmente, tem apenas duas casas fixas.

Magno Claro Silva, 44, foi o primeiro a chegar na fila da Caixa, às 5h. A expectativa dele também é pegar o valor máximo de empréstimo. Silva diz que pesquisou na internet e havia banco oferecendo até R$ 5.000, mas não tem interesse em fazer empréstimo por meio de outra instituição. "Como recebo direto da Caixa, prefiro."

Atualmente desempregado, ele já trabalhou com carteira assinada no setor de metalurgia e no comércio. Hoje, faz bicos cuidando de um haras na região metropolitana de São Paulo e também como garçom ou ajudante de cozinha em restaurantes da capital.

Atento ao noticiário, afirma que fez as contas para pegar um empréstimo que caiba no orçamento e que está acompanhando a PEC (proposta de emenda à Constituição) da Transição. "A PEC já foi entregue, o dinheiro vai continuar. Mesmo se eu perder o benefício, sei que tenho que pagar, então vou fazer mais bicos para não me 'enforcar'", diz.

Desempregada, Érica dos Santos, 37, fez o empréstimo na lotérica. Ela usará o dinheiro para pagar dívidas e comprar alimentos, incluindo frutas e verduras para ela e o filho de 15 anos. "Eu fiquei meio assim de pegar, por medo de dívida, mas deu certo."

O valor liberado foi de R$ 2.300. Érica não soube dizer de quanto será a parcela mensal, embora tenha recebido o contrato com os dados do empréstimo. Como tem NIS (Número de Identificação Social) com final 1, recebe o auxílio nesta quinta e só então saberá quanto será o desconto no benefício.

Parcela começa a ser descontada já no primeiro pagamento O desconto da parcela do consignado do Auxílio Brasil começa a ser feito no pagamento seguinte após a contratação, conforme as regras do empréstimo. No entanto, quem havia contratado o consignado logo nos primeiros dias recebeu informação de que o desconto ocorreria só em dezembro.

A falha na informação fornecida pela Caixa confundiu os cidadãos, pois no contrato aparecia a data 7 de dezembro no campo "primeira parcela". Após uma onda de reclamações, a Caixa passou a enviar mensagens, por meio do Caixa Tem, para informar que a primeira parcela já será debitada em novembro.

Os beneficiários recebem o seguinte aviso no celular: "A sua parcela do empréstimo é debitada automaticamente a partir do primeiro benefício a ser recebido após a contratação. A data de 07/12 que aparece no extrato do contrato é o prazo para que a Caixa receba o valor do Ministério da Cidadania."

Beneficiários também reclamaram de empréstimo indevido. A Caixa diz que irá cancelar. Para isso, é preciso fazer o pedido na agência.

PARCELA DE NOVEMBRO

A Caixa deu início ao pagamento do Auxílio Brasil de novembro nesta quinta (17). Diferentemente do que fez antes da eleição, o governo Bolsonaro optou por não adiantar a parcela deste mês. A liberação dos valores seguirá até o dia 30, conforme o final do NIS. Recebe primeiro quem tem NIS com final 1, assim sucessivamente até o último dia, quando o dinheiro será liberado para NIS final zero.

Neste mês, parte dos beneficiários receberá também o Auxílio Gás.

CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DO AUXÍLIO BRASIL DE NOVEMBRO E DEZEMBRO

Final do NIS - Novembro - Dezembro

1 - 17 - 12

2 - 18 - 13

3 - 21 - 14

4 - 22 - 15

5 - 23 - 16

6 - 24 - 19

7 - 25 - 20

8 - 28 - 21

9 - 29 - 22

0 - 30 - 23

COMO FAZER O EMPRÉSTIMO DO AUXÍLIO BRASIL

PELO CAIXA TEM

No Caixa Tem

- Acesse o Caixa Tem e vá em "Consignado Auxílio", depois em "Simular" e "Contratar"

- Siga as orientações que aparecem na tela e conclua um novo pedido

Em uma lotérica

- Apresente seu RG e CPF originais e cartão do Auxílio Brasil ou da sua conta onde o benefício é pago

Em um correspondente Caixa Aqui ou em uma agência da Caixa

- Apresente RG e CPF originais e um comprovante de endereço (como conta de água, luz e telefone)

EM AGÊNCIAS, LOTÉRICAS E CORRESPONDENTES

- Valor total contratado com e sem juros

- Taxa efetiva mensal e anual de juros

- Acréscimos remuneratórios, moratórios e tributários que incidem sobre o crédito contratado

- Valor, quantidade e periodicidade das prestações

- Soma do total a pagar ao final do empréstimo

- Data do início e fim do desconto

- Valor líquido do benefício restante após a contratação

- CNPJ da agência bancária ou do correspondente bancário

- Valor da comissão paga aos terceirizados contratados pelas instituições financeiras para a operacionalização da venda do crédito