Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    +0,25 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -3,70 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    19.257,70
    +12,56 (+0,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,93 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,89 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    +22,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Employer University é um dos caminhos para transformar educação em Tech no país

Nelson Mandela já disse que “a educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”. O assunto dá pano para a manga. Ainda mais se pensarmos na educação como arma, refletindo sobre os tempos de guerra e pandemia em que vivemos, assim como falar em mudar o mundo. Mas como a mudança começa pelo indivíduo, nossa proposta aqui é trazer um tema que está mexendo com a formação dos profissionais de tecnologia hoje e pode ser transformacional no futuro. Estamos falando de uma nova proposta educacional focada na aplicação prática e orientada para o desenvolvimento das carreiras e competências do futuro e como tem despertado a atenção e o interesse de estudantes ao redor do mundo e, mais recentemente, no Brasil.

O chamado Employer University, termo que define essa proposta, foi cunhado pelo jornalista da Forbes Brandon Busteed que profetizou: o Employer U veio para ficar e já pode ser considerado o futuro da educação.

O movimento de Employer University propõe estabelecer conexões reais, empáticas e constantes com empresas de sucesso no mercado e a instituição de ensino, com o objetivo de identificar e compreender o que é prioritário na formação e desenvolvimento das pessoas. Em resumo, a escola se molda a partir da relação totalmente conectada com os empregadores e suas necessidades mais latentes, garantindo a formação de profissionais prontos para sair da cadeira de estudante direto para a cadeira de um profissional gerador de valor na empresa.

Este conceito permite desenvolver soluções educacionais que possibilitem o desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes, sejam de perfil comportamental, sejam de perfil técnico, que promovam o desenvolvimento dos alunos, entregando para o mercado pessoas habilitadas a fazer a diferença, impactando positivamente os negócios conectados à instituição de ensino (e muitos outros).

E, uma vez que um dos pilares do conceito é garantir prontidão para o trabalho, não há setor mais propício para se aproveitar desta metodologia do que o setor da tecnologia. Segundo levantamento do Indeed, 11 das 15 vagas difíceis de serem preenchidas são na área de tecnologia. A escassez de profissionais capacitados em alguns setores, especialmente na área de TI e Ciência de Dados, também acelerou o crescimento da Employer U.

No Brasil, o conceito ganhou ainda mais visibilidade com o lançamento recente da Faculdade XP Educação. A Comunidade XP tem papel importante nesse contexto do Employer U ao se aproximar do projeto e garantir que a jornada dos alunos tenha conexão com as demandas e desafios reais de qualquer colaborador dos times de tecnologia da XP Inc. Os alunos terão a oportunidade de, após aprender conceitos técnicos nos cursos de tecnologia, aplicar seus conhecimentos em projetos aplicados inspirados em desafios reais que a Comunidade Tech enfrenta no dia a dia da empresa.

Além disso, reforçando novamente a troca de conhecimento, a Comunidade XP fará a conexão entre os próprios colaboradores de Tech XP para papéis dentro da Faculdade XP como de professores, referências técnicas e mentores, beneficiando os estudos, a carreira e os sonhos de todos que farão parte dessa iniciativa.

Assim como as demais comunidades, a da XP surgiu como uma maneira efetiva de trazer inovação e colaboração para a empresa, buscando a troca de conhecimento entre os que fazem parte dela. Dentro do contexto de Tecnologia da XP Inc., a Comunidade ganhou muita relevância por promover a troca de conhecimento de forma acessível, dinâmica e inclusiva. Mas como transbordar essa iniciativa, e impactar quem ainda não faz parte dela? O Employer U é um dos caminhos. Ou, como diria Mandela, uma de nossas armas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: