Mercado abrirá em 6 h 3 min
  • BOVESPA

    108.714,55
    +2.418,37 (+2,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.833,80
    -55,86 (-0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,70
    -0,06 (-0,07%)
     
  • OURO

    1.805,40
    -1,40 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    62.415,22
    +543,00 (+0,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.500,60
    +1.257,92 (+518,35%)
     
  • S&P500

    4.566,48
    +21,58 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    35.741,15
    +64,13 (+0,18%)
     
  • FTSE

    7.222,82
    +18,27 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    26.003,69
    -128,34 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    29.143,56
    +543,15 (+1,90%)
     
  • NASDAQ

    15.573,50
    +77,75 (+0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4324
    -0,0039 (-0,06%)
     

Emma Raducanu, campeã do US Open, é convidada para disputar o torneio de Indian Wells

·1 minuto de leitura
Emma Raducanu celebra a conquista do US Open (AFP/TIMOTHY A. CLARY)

A jovem britânica Emma Raducanu, que recentemente se sagrou campeã do US Open, foi convidada a participar do torneio WTA 1000 de Indian Wells, que acontecerá de 4 a 17 de outubro na Califórnia, anunciaram os organizadores nesta terça-feira.

"Raducanu, que impressionou o mundo do tênis em Flushing Meadows no início deste mês ao se tornar a primeira tenista do 'quali' a ganhar um título do Grand Slam, buscará continuar a temporada dos sonhos em Indian Wells", disseram os organizadores em um comunicado.

A jovem de 18 anos, quase desconhecida até o mês passado, conseguiu a façanha de vencer o 'major' de Nova York em sua primeira participação, vencendo 10 duelos consecutivos (contando os jogos do quali).

Antes dela, a última a conseguir uma façanha tão "perfeita" no US Open foi a americana Serena Williams, em 2014.

A mais jovem vencedora do Grand Slam desde a russa Maria Sharapova, que foi campeã em Wimbledon aos 17 anos em 2004, saltou do 150º para o 22º lugar no ranking mundial.

Reducanu e a outra sensação do US Open, a canadense Leylah Fernandez, vão tentar confirmar que novos ventos sopram no circuito feminino, enquanto Serena Williams estará ausente, assim como a número 1 do mundo, a australiana Ashleigh Barty, e a japonesa Naomi Osaka.

Em 2020, Indian Wells foi o primeiro grande evento mundial de tênis a ser cancelado devido ao início da pandemia, que posteriormente levou ao cancelamento de vários torneios durante o ano.

mab-nip-meh/ol/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos