Mercado abrirá em 8 h 54 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,48
    +0,09 (+0,24%)
     
  • OURO

    1.878,30
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    13.218,84
    +1,55 (+0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    261,59
    -11,10 (-4,07%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.582,80
    -146,19 (-2,55%)
     
  • HANG SENG

    24.418,03
    -290,77 (-1,18%)
     
  • NIKKEI

    23.261,98
    -156,53 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    11.231,50
    +98,75 (+0,89%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7356
    +0,0012 (+0,02%)
     

Emirados Árabes Unidos também querem enviar nave à Lua; meta é 2024

Danielle Cassita
·3 minutos de leitura

Nesta terça-feira (29), Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, governador de Dubai e vice-presidente dos Emirados Árabes Unidos (EAU), revelou que a nação planeja lançar uma nave para a Lua em 2024. Então, se tudo correr bem, o país poderá se tornar o quarto na Terra a realizar uma missão em nosso satélite natural.

O anúncio demonstra a rápida expansão do programa espacial árabe. “Será um rover lunar feito pelos Emirados Árabes, que irá pousar na superfície da Lua em 2024, em áreas ainda não exploradas em missões humanas”, disse ele em um tuíte. Ainda não há detalhes sobre quais serão estas áreas ou como o lançamento ocorreria; a Mitsubishi heavy Industries, que lançou a sonda árabe Hope Mars ao Planeta Vermelho neste ano, informou que nada foi decidido até o momento sobre este lançamento.

Apesar disso, o governo árabe adiantou algumas informações breves sobre a missão: este rover irá estudar a superfície lunar, a mobilidade por lá e como ocorrem as interações das partículas lunares com diferentes superfícies. O rover pesará cerca de 10 kg e estará equipado com duas câmeras de alta resolução, uma câmera microscópica, câmera térmica, sonda e outros dispositivos.

Segundo Sheikh Mohammed, o rover se chamaria Rashid, nome de seu pai e um dos fundadores dos Emirados Árabes Unidos. Então, se as coisas correrem como o planejado, os EAU serão a próxima nação a pousar uma nave na Lua em uma fila que já teve a presença dos Estados Unidos, União Soviética e China; outros países até tentaram realizar o feito, mas não tiveram sucesso: a Índia tentou pousar uma nave lá no ano passado, mas eles perderam o contato com o módulo de pouso. Israel também tentou, e acabou com a nave caindo na superfície lunar também em 2019.

Em julho, os Emirados Árabes lançaram a missão Hope Mars, que ainda segue viagem com destino a Marte e deverá chegar por lá em fevereiro de 2021. Assim, uma missão enviada para a Lua com sucesso representa um grande passo para os investimentos tecnológicos do país, que busca diversificar sua economia para não depender tanto do petróleo. Além desta missão, os EAU também têm planos ambiciosos para construir uma colônia humana em Marte em 2117.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: