Mercado fechará em 57 mins
  • BOVESPA

    121.180,97
    +1.260,36 (+1,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.255,74
    +320,83 (+0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.831,70
    +16,00 (+0,88%)
     
  • BTC-USD

    57.933,55
    +2.061,66 (+3,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.497,27
    +61,48 (+4,28%)
     
  • S&P500

    4.230,83
    +29,21 (+0,70%)
     
  • DOW JONES

    34.747,46
    +198,93 (+0,58%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.712,00
    +114,25 (+0,84%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3580
    -0,0086 (-0,14%)
     

Emirados Árabes selecionam dois novos astronautas, incluindo a primeira mulher

Danielle Cassita
·4 minuto de leitura

A equipe de astronautas dos Emirados Árabes Unidos acaba de crescer. Em um anúncio feito no último final de semana, o país revelou que a engenheira mecânica Nora AlMatrooshi, de 28 anos, e o piloto Mohammad AlMulla, de 32 anos, foram os selecionados em meio a mais de 4 mil candidatos a astronautas. Além de Al Matrooshi se tornar a primeira mulher astronauta do país, a dupla se junta a Hazza AlMansouri e Sultan AlNeyadi, dobrando a quantidade de astronautas árabes.

Hamdan bin Mohammed, o príncipe herdeiro de Dubai, comentou a chegada dos novos astronautas em sua conta do Twitter: “hoje, dois novos astronautas árabes se juntaram ao Programa de Astronautas dos EAU, e nossos jovens talentos continuam sendo um modelo para o mundo com a determinação que possuem”. Já AlMansouri parabenizou os novos colegas e comentou que estão à espera deles para se preparem para novas missões e para a troca de experiências.

AlMatrooshi é bacharela em engenharia mecânica pela United Arab Emirates University, conquistando o primeiro lugar na Olimpíada Internacional de Matemática em 2011. Além disso, ela é membro da American Society of Mechanical Engineers (ASME). "Quero trabalhar duro para escrever os momentos históricos e as conquistas que vão ficar para sempre na memória do nosso povo", publicou ela sua conta do Twitter. "A preparação e o trabalho começam agora".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Já AlMulla é bacharel em direito e economia, tornando-se mestre em administração pública pela Mohammed Bin Rashid School of Government. Além de ser piloto comercial e instrutor de voo licenciado pela Australian Civil Aviation Authority, AlMulla foi o piloto mais jovem da polícia de Dubai e o mais jovem instrutor de voo: "um sonho que eu trabalhei para conquistar se tornou hoje uma responsabilidade, em que vou colocar todos os meus esforços para alcançar", disse, em sua conta do Twitter. "Estou orgulhoso de me juntar ao Programa de Astronautas dos EAU, e me preparar para novas missões".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Tanto AlMatrooshi quanto AlMulla foram selecionados em um grupo de 4.305 interessados, que se inscreveram no chamado da agência espacial dos EAU no ano passado. Após uma seleção inicial, restaram 122 candidatos, que passaram por entrevistas individuais. Depois, metade deles avançou para a próxima etapa, que envolvia exames médicos. Os 30 finalistas passaram por uma nova rodada de entrevistas, que selecionou 14 candidatos para serem entrevistados pelos astronautas já participantes do programa, além das astronautas Jessica Meir e Anne McClain, da NASA.

Os candidatos deste grupo passaram por testes rigorosos de preparo físico, habilidades de comunicação e trabalho em equipe, de modo que AlMatrooshi e AlMulla foram os selecionados da última etapa. Agora, eles se juntam à próxima classe de astronautas da agência espacial norte-americana, onde vão participar de treinamentos básicos enquanto se preparam para missões na Estação Espacial Internacional e, possivelmente, na Lua. Além disso, a dupla poderá ser treinada no Johnson Space Center graças a um acordo fechado entre a NASA e o Mohammed Bin Rashid Space Centre (MBRSC).

Salem AlMarri, diretor do programa de astronautas do país, comentou no ano passado que, como uma parte considerável dos candidatos era composta por mulheres, ele esperava que uma delas fosse escolhida: “vamos selecionar os melhores e mais brilhantes daqueles que se inscreveram, e adoraria ver um ou dois desses lugares indo para uma mulher árabe”, disse. Até hoje, AlMansoori foi o único astronauta árabe a ir para o espaço. Ele passou uma semana a bordo da Estação Espacial Internacional e, desde então, o governo dos EAU não anunciou mais voos para levar astronautas à ISS ou em outras missões.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: