Mercado fechará em 2 h 38 min
  • BOVESPA

    112.283,59
    +1.357,99 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.220,80
    -236,75 (-0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,44
    +0,22 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.801,00
    -14,20 (-0,78%)
     
  • BTC-USD

    16.924,96
    -25,97 (-0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,58
    +0,15 (+0,04%)
     
  • S&P500

    4.044,62
    -31,95 (-0,78%)
     
  • DOW JONES

    34.212,61
    -182,40 (-0,53%)
     
  • FTSE

    7.556,32
    -2,17 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.893,25
    -169,50 (-1,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4790
    +0,0136 (+0,25%)
     

Embraer reduz prejuízo no 3º tri, capta R$2,2 bi com BNDES

SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante de aviões Embraer divulgou nesta segunda-feira que reduziu o prejuízo no terceiro trimestre, ao mesmo tempo em que aumentou sua perspectiva de fluxo de caixa livre para o ano para refletir números melhores do que o previsto nos primeiros nove meses de 2022.

A Embraer registrou um prejuízo líquido ajustado de 93,8 milhões de reais no período, ante prejuízo de 179,7 milhões um ano atrás, apesar da receita líquida ter caído 3%, para 4,87 bilhões de reais.

A terceira maior fabricante de aviões do mundo, atrás da Boeing e da Airbus, já havia divulgado na semana passada suas entregas trimestrais de aeronaves, um aumento de 10% em relação ao ano anterior, para 33 jatos, mas ainda abaixo de algumas projeções de analistas.

A Embraer tem enfrentado restrições na cadeia de suprimentos, mas disse que as entregas nos três meses até setembro seguiram dentro da média.

Além de aumentar a perspectiva de fluxo de caixa livre para 2022, a empresa disse manteve todas as previsões financeiras e de entrega para o ano até o quarto trimestre, que tende a concentrar as entregas.

A empresa aumentou sua perspectiva de fluxo de caixa livre para o ano de 50 milhões para 150 milhões de dólares ou mais, dizendo que os resultados até agora superaram as expectativas.

Sua previsão de entregas para o ano é de 100 a 110 jatos executivos e 60 a 70 jatos comerciais. A receita líquida está entre 4,5 bilhões e 5 bilhões de dólares.

BNDES

A Embraer também anunciou que obteve aval do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para uma linha de crédito de 2,2 bilhões de reais para a produção e exportação de aeronaves comerciais.

O anúncio vem cerca de um mês após a Embraer obter uma linha de crédito rotativo de 650 milhões de dólares com um grupo de bancos nacionais e estrangeiros para reforçar sua liquidez.

Recentemente, o BNDES também concordou em financiar exportações de seis jatos Embraer E-175 para a aérea norte-americana SkyWest.

(Por Aluísio Alves)