Mercado fechado

Embarques de minério de ferro da Rio Tinto crescem 1,5% no 2º tri com forte demanda chinesa

·1 minuto de leitura
.
.

(Reuters) - A mineradora anglo-australiana Rio Tinto reportou nesta quinta-feira aumento de 1,5% nos embarques de minério de ferro no segundo trimestre de 2020 e disse que a demanda chinesa pela matéria-prima siderúrgica está melhorando à medida que a economia local se recupera da pandemia de coronavírus.

Maior companhia de minério de ferro no mundo, a Rio Tinto embarcou 86,7 milhões de toneladas no trimestre encerrado em 30 de junho, ante 85,4 milhões de toneladas registradas no mesmo período do ano anterior.

A demanda por minério de ferro se manteve resiliente neste ano, mesmo diante do desenrolar de uma recessão global, uma vez que Pequim aumentou os gastos com infraestrutura para combater o choque causado pela crise da Covid-19.

"Nossos ativos de minério de ferro estão tendo boa performance em um ambiente de forte preço, e estamos a caminho de cumprir nosso 'guidance' (meta) de 2020 para o minério", afirmou o presidente-executivo da empresa, Jean-Sébastien Jacques.

A mineradora disse que as condições na China melhoraram ao longo do segundo trimestre e parecem estar se estabilizando, com os setores de construção e infraestrutura apresentando bons desempenhos.

A Rio Tinto, no entanto, alertou que uma segunda onda de infecções continua sendo uma importante ameaça às economias desenvolvidas.

A companhia reportou uma queda de 3% na produção de cobre no trimestre, enquanto a produção de minério de ferro atingiu 83,2 milhões de toneladas, alta de 4% na comparação anual.

(Reportagem de Rashmi Ashok e Shriya Ramakrishnan, em Bangalore)