Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,10 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,43 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    59.741,45
    +482,01 (+0,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,35 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,00 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,30 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,06 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    -18,50 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7606
    +0,1257 (+1,89%)
     

Embaixadora das Filipinas no Brasil demitida por agredir empregada doméstica

·1 minuto de leitura
Milhões de filipinos tentam fugir dos salários reduzidos, do desempreto e da falta de oportunidades no país emigrando, a maioria como empregados domésticos

A embaixadora das Filipinas no Brasil foi demitida da carreira diplomática por agredir durante meses uma empregada doméstica na residência oficial em Brasília, de acordo com imagens gravadas pelas câmeras de segurança e divulgadas pela imprensa.

Marichu Mauro foi convocada a Manila no fim do ano passado depois que a imprensa brasileira exibiu imagens das câmeras de segurança, registradas durante oito meses, que mostravam as agressões da embaixadora à empregada, também filipina.

A diplomata foi demitida do ministério das Relações Exteriores, anunciou o presidente Rodrigo Duterte na segunda-feira.

"Há regras a seguir. Se você desobedece, assume um risco. Se as coisas não vão bem, não te perdoarei", disse o chefe de Estado.

Mauro, que não respondeu aos pedidos de entrevista da AFP, perderá os direitos à pensão e não poderá voltar a trabalhar no funcionalismo público.

As imagens das câmeras de segurança, gravadas entre março e outubro de 2020, foram utilizadas para apoia uma denúncia apresentada ao governo filipino contra a diplomata, que foi designada embaixadora no Brasil em 2018.

Milhões de filipinos trabalham no exterior como empregados domésticos. O dinheiro enviado a suas famílias no arquipélago representa uma parte importante do PIB das Filipinas.

Mas alguns trabalhadores sofrem em condições difíceis, inclusive perigosas. Os casos abusos físicos ou psicológicos são frequentes.

mff/cgm/jac/ahe/af/yow/fp