Mercado fechará em 3 h 49 min
  • BOVESPA

    113.585,74
    +2.401,79 (+2,16%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.547,40
    +169,93 (+0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,34
    +3,06 (+4,99%)
     
  • OURO

    1.718,80
    +3,00 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    49.573,59
    -1.488,58 (-2,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    994,90
    +7,69 (+0,78%)
     
  • S&P500

    3.821,22
    +1,50 (+0,04%)
     
  • DOW JONES

    31.295,11
    +25,02 (+0,08%)
     
  • FTSE

    6.644,91
    -30,56 (-0,46%)
     
  • HANG SENG

    29.236,79
    -643,63 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    28.930,11
    -628,99 (-2,13%)
     
  • NASDAQ

    12.738,75
    +57,00 (+0,45%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6980
    -0,0807 (-1,19%)
     

Em visita a Pernambuco, Bolsonaro cobra transparência da Petrobras e reafirma mudança na estatal

JOÃO VALADARES
·1 minuto de leitura

SERTÂNIA, PE (FOLHAPRESS) - Em visita-relâmpago a Pernambuco, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reafirmou na manhã desta sexta-feira (19) que fará mudanças na Petrobras. "Anuncio que teremos mudança sim na Petrobrás. Jamais vamos interferir nesta grande empresa e na sua política de preços, mas o povo não pode ser surpreendido com certos reajustes", discursou. Sem citar o nome do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, Bolsonaro mandou um recado. "Exijo e cobro transparência de todos aqueles que eu tive a responsabilidade de indicar", afirmou. O presidente disse que o governo federal tem feito a sua parte. "Tomamos a decisão de zerar todos os impostos federais relativos ao botijão de gás. Se na origem, ele custa menos de R$ 40, não tem justificativa na ponta custar R$ 90 ou R$ 100", discursou. Ele destacou também que decidiu zerar nos próximos dois meses os impostos federais do diesel. "Se lá fora aumenta o preço do barril do petróleo e aqui dentro o dólar está alto, sabemos das suas repercussões nos preços do combustível. Mas isso não vai continuar sendo um segredo de estado", finalizou o presidente. A Petrobras informou nesta quinta dois novos reajustes nos preços da gasolina e do diesel, que subirão 10,2% e 15,1%, respectivamente, a partir desta sexta (19). É o quarto reajuste da gasolina e o terceiro do diesel em 2021.