Mercado fechará em 9 mins

Com novo tombo em NY, Ibovespa ronda menores níveis desde julho

Lucas Hirata e Marcelle Gutierrez
·2 minutos de leitura

Avanço do papel da mineradora reflete anúncio de pagamento de dividendos O Ibovespa opera em baixa nesta tarde de sexta-feira e já ficou bem próximo da marca de 97 mil pontos, rondando os menores níveis intradiários em dois meses. Na mínima do dia, o índice ficou em 97.758 pontos e marcou o ponto mais baixo desde 7 de julho, quando tocou 97.272 pontos. Às 15h35, o Ibovespa perdia 0,57%, aos 98.269 pontos. O volume financeiro estava em R$ 16,5 bilhões. O que evita um recuo mais acentuado são as ações da Vale e do setor de siderurgia, que sobem desde cedo. Com isso, o índice caminha para uma queda de mais de 3% na semana - segundo período consecutivo de baixa. Nos últimos dias, os mercados globais de ações têm sofrido os efeitos da onda de vendas de ações no setor de tecnologia dos Estados Unidos. Hoje, em uma sessão errática em Wall Street, S&P 500 e Nasdaq operavam em baixa nesta tarde, sendo que este último recuava 1%. O Dow Jones mudou de direção de novo e passou a subir. O Ibovespa já oscilou entre altas e baixas nesta sexta-feira, sendo influenciado pelo exterior e por dúvidas sobre a questão fiscal e andamento de reformas. Se por um lado, bancos e Petrobras pressionam o índice, por outro Vale traz certo fôlego ao subir mais de 5%, com o anúncio de pagamento de R$ 2,40 por ação em dividendos e juros sobre capital próprio. Segundo bancos, em relatórios, o provento corresponde a um retorno (“dividend yield”) de 4% em 2020. Tanto BTG Pactual como Credit Suisse estimam um retorno ainda superior em 2021, de 15% a 12%. Segundo Henrique Esteter, analista da Guide Investimentos, se não fosse a valorização das ações da Vale, que correspondem a mais de 9% do Ibovespa, o índice estaria uns 400 a 500 pontos para trás. “Hoje não há notícias que sustentem um movimento no mercado interno”, diz o analista, acrescentando: “Vemos Petrobras pressionando com petróleo fraco e bancos sem fluxo comprador”. Petrobras ON cedia 0,50% enquanto Petrobras PN recuava 0,63%. Raphael Guimarães, operador da RJ Investimentos, concorda que faltam catalisadores para impulsionar o Ibovespa, que não consegue manter os 100 mil pontos. Assim, o índice fica à mercê do movimento no exterior e de declarações do governo. “Há incertezas sobre reformas e o Ibovespa passa por essa fase de dificuldade para recuperar patamar”, diz. Ele menciona ainda dúvidas sobre atuação do Banco Central no dólar e do governo de Jair Bolsonaro para conter a inflação dos alimentos, que pode comprometer a taxa de juros. Ontem, Bolsonaro disse que autorizou ministro da Justiça a notificar supermercados sobre a alta dos preços, mas repetiu que não irá tabelar preços. Andre Penner/AP