Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.256,36
    -3.411,42 (-2,95%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.310,27
    -841,11 (-1,86%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,34
    +0,12 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.769,30
    -28,60 (-1,59%)
     
  • BTC-USD

    48.470,78
    -514,40 (-1,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    968,45
    -26,21 (-2,64%)
     
  • S&P500

    3.829,34
    -96,09 (-2,45%)
     
  • DOW JONES

    31.402,01
    -559,85 (-1,75%)
     
  • FTSE

    6.651,96
    -7,01 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    30.074,17
    +355,93 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.168,27
    +496,57 (+1,67%)
     
  • NASDAQ

    12.825,25
    -476,75 (-3,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7355
    +0,1650 (+2,51%)
     

Em Santa Catarina, Bolsonaro visita praia e promove aglomeração

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro foi de moto aquática em direção a grupo de apoiadores na praia (Foto: Reprodução)
Presidente Jair Bolsonaro foi de moto aquática em direção a grupo de apoiadores na praia (Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) visitou a praia de São Francisco do Sul, em Santa Catarina, e promoveu uma aglomeração de apoiadores. Bolsonaro chegou à orla de moto aquática e, sem máscara, cumprimentou apoiadores.

O momento foi filmado pelo secretário da Pesca, Jorge Seif Júnior, que classificou o momento como sendo “lindo”. Ele ainda usou o momento para criticar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

“Vocês acham que se o João Doria calcinha apertada aparecesse nessa praia, ele ia ser tratado com carinho ou iam querer afogar ele aqui?”, disse Seif Júnior enquanto filmava Jair Bolsonaro. O presidente estava acompanhado do filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Helio Lopes (PSL-RJ), ambos deputados federais, além do secretário.

Bolsonaro falou a apoiadores sobre o remédio que está sendo desenvolvido em Israel que poderia curar a covid-19. O presidente quer pedir à Anvisa o uso emergencial do medicamento. No entanto, o remédio só foi testado em 30 pessoas. O presidente ainda criticou a eficácia da CoronaVac, que ficou em torno de 50% nos testes feitos no Brasil.

Especialistas alertam que ainda é cedo para tratar o medicamento israelense como eficaz, dado o baixo número de pacientes que participaram da pesquisa. No país, o criador do remédio tenta avançar para a fase 2 dos estudos clínicos.

O presidente está em Santa Catarina para o feriado de carnaval, no Forte Marechal Luz, com a filha, Laura, os deputados Eduardo Bolsonaro e Helio Lopes, além do Coronel Armando (PSL-SC) e o secretário da Pesca. A família de Eduardo também está no local.