Mercado fechado

Em reunião com Bolsonaro, Fux diz que busca fortalecer a 'vocação constitucional' do STF

Luísa Martins e Fabio Murakawa
·1 minuto de leitura

Encontro marcou o primeiro evento com o presidente desde que o magistrado assumiu a chefia do Supremo, em 10 de setembro O presidente Jair Bolsonaro e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, se reuniram hoje pela primeira vez desde que este assumiu a chefia do Poder Judiciário, em 10 de setembro. O encontro foi solicitado por Bolsonaro. Ambos falaram, durante 45 minutos, sobre a necessidade de "estabelecer o diálogo institucional entre os líderes e reforçar a harmonia entre os Poderes", segundo nota enviada pela assessoria do STF. O presidente do STF, Luiz Fux, teve o primeiro encontro com Bolsonaro após assumir a chefia do Supremo Marcelo Camargo / Agência Brasil Fux apresentou ao presidente da República as diretrizes de sua gestão tanto no STF quanto no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e disse que sua intenção é "fortalecer a vocação constitucional do Supremo". Ele chamou a atenção para os temas que considera prioritários no próximo biênio, entre eles a proteção aos direitos humanos e ao meio ambiente - dois temas considerados frágeis no atual governo. Bolsonaro tem um histórico de embates com o Supremo. Neste ano, o presidente criticou decisões da Corte que deram autonomia a prefeitos e governadores para agir no combate à pandemia. Ademais, ameaçou não cumprir decisões judiciais que eventualmente fossem proferidas pelo tribunal no âmbito do inquérito que o investiga por interferência indevida na Polícia Federal (PF). Outro ingrediente da crise entre Executivo e STF foi a inclusão de militantes bolsonaristas como alvos do chamado inquérito das "fake news", de relatoria do ministro Alexandre de Moraes.