Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.054,73
    +865,29 (+2,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Em primeira ligação após prisão, Queiroz pede à filha que avise a mãe, foragida da polícia

·2 minuto de leitura
Fabrício Queiroz no momento da prisão, em Atibaia, interior paulista (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Fabrício Queiroz no momento da prisão, em Atibaia, interior paulista (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Na primeira ligação que pode fazer após ser preso na última quinta-feira, Fabrício Queiroz falou com uma das filhas. O conteúdo da conversa foi divulgado pela TV Globo, que afirma que investigadores puderam ouvir o diálogo.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) pediu para que a filha avisasse a mãe, esposa de Queiroz sobre a prisão. Márcia Aguiar também teve mandado de prisão expedido, mas não foi encontrada e é considerada foragida pela polícia.

Segundo a TV Globo, e filha questionou onde estava Queiroz, que respondeu “tô na casa”. Em seguida a filha perguntou o que aconteceria e ele pediu: “Avisa a mãe, avisa o pessoal”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Fabrício Queiroz foi encontrado em Atibaia, na casa de Frederick Wassef, que já se identificou mais de uma vez como advogado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A ação foi uma parceria entre o Ministério Público do Rio de Janeiro com a Polícia Civil de São Paulo. Queiroz é investigado pela prática de rachadinha quando integrava o gabinete de Flávio Bolsonaro, então deputado estadual pelo Rio de Janeiro.

Leia também

Queiroz foi preso e levado ao Rio de Janeiro. Agora, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro está preso em Bangu.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos