Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,84
    +0,56 (+0,51%)
     
  • OURO

    1.848,50
    +6,40 (+0,35%)
     
  • BTC-USD

    30.138,95
    +672,68 (+2,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    673,32
    -0,06 (-0,01%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.559,54
    -157,70 (-0,76%)
     
  • NIKKEI

    26.939,35
    +200,32 (+0,75%)
     
  • NASDAQ

    11.973,75
    +133,00 (+1,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1587
    +0,0059 (+0,11%)
     

Em meio a embates entre Bolsonaro e Barra Torres, Anvisa comemora um ano de vacinação contra a Covid-19

·1 min de leitura

BRASÍLIA — A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) celebra um ano da aprovação das vacinas contra a Covid-19 no Brasil nesta segunda feira. No dia em que liberou os imunizantes CoronaVac e da AstraZeneca em reunião transmitida em rede nacional, a enfermeira Mônica Calazans foi a primeira pessoa vacinada no país.

“Na data em que comemoramos um ano de aprovação de vacinas para Covid-19 no Brasil, a Anvisa saúda os milhões de cidadãos imunizados, celebra a recente inclusão das crianças nesse grupo e reafirma seu compromisso com a sociedade brasileira de contribuir para a promoção e proteção à saúde de todos. Vacinas salvam vidas. Por um Brasil imunizado. Vacina, vacina, vacina!”, diz a nota.

O comunicado vem na esteira do acirramento da crise entre a Anvisa, o presidente Jair Bolsonaro e o Ministério da Saúde. As relações se estremeceram, sobretudo, após a agência autorizar o uso de doses pediátricas da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos, em dezembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos