Mercado fechado
  • BOVESPA

    101.259,75
    -657,98 (-0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.707,72
    +55,53 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,78
    -0,86 (-2,12%)
     
  • OURO

    1.903,40
    -1,20 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    12.972,78
    +76,19 (+0,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,05
    -1,40 (-0,54%)
     
  • S&P500

    3.465,39
    +11,90 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    28.335,57
    -28,09 (-0,10%)
     
  • FTSE

    5.860,28
    +74,63 (+1,29%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,65 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.516,59
    +42,32 (+0,18%)
     
  • NASDAQ

    11.669,25
    +19,50 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6639
    +0,0538 (+0,81%)
     

Em meio à pandemia de Covid-19, UE alerta sobre surtos de gripe aviária

·1 minuto de leitura

BRUXELAS (Reuters) - Países da União Europeia devem intensificar a vigilância contra possíveis surtos de gripe aviária entre aves selvagens e domésticas, disse a UE nesta quarta-feira.

A doença é altamente contagiosa para pássaros, mas os riscos de transmissão para humanos são considerados baixos, afirmaram as agências de saúde e alimentos da UE em um relatório publicado enquanto o continente enfrenta um novo pico de infecções pelo novo coronavírus.

"Os países da UE estão sendo instados a intensificar as medidas de vigilância e biossegurança para se proteger contra possíveis novos surtos de gripe aviária este ano", disse o relatório.

O alerta segue-se a surtos nos últimos meses entre aves selvagens e domésticas no oeste da Rússia e no Cazaquistão, que estão na rota de migração de outono para aves aquáticas selvagens rumo à Europa.

A transmissão para humanos é rara, mas já ocorreu no passado e pode levar à morte.

"O risco de transmissão do vírus da gripe aviária ao público em geral na Europa permanece muito baixo", acrescentou o relatório.

"No entanto, para minimizar o risco de transmissão aos humanos, as pessoas são aconselhadas a não tocar em aves mortas sem usar equipamento de proteção individual adequado."

(Por Francesco Guarascio)