Mercado abrirá em 2 h 10 min

Em lojas físicas, preço de produtos mais procurados cai em SP

SÃO PAULO, SP, 29.11.2019. BLACK-FRIDAY - Movimento de consumidores nas lojas do centro de São Paulo, na praça Ramos de Azevedo, durante a Black Friday. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os preços de produtos mais procurados, como geladeiras, televisão e celulares, tiveram queda em lojas físicas visitadas pela reportagem na cidade de São Paulo, corroborando o indicativo de que, neste ano, não houve "black fraude".

A partir de uma lista com os produtos mais pesquisados no Google na semana do evento em 2018, a reportagem escolheu 35 itens, procurou-os em lojas físicas e acompanhou seus preços nas dez sextas-feiras anteriores à promoção.

Na primeira semana (20 de setembro), em que foram selecionadas as mercadorias a serem acompanhadas, itens da lista que não estavam disponíveis foram substituídos por produtos semelhantes.

Dos pesquisados, a maior redução ocorreu na geladeira Brastemp Inverse (inox), na Magazine Luiza do centro de São Paulo. Na primeira semana de análise, o preço do produto era de R$ 4.199, enquanto nesta sexta caiu para R$ 2.999.

Outra mercadoria que registrou uma grande variação foi o celular iPhone XR (64 GB), cujo valor nas Casas Bahia da praça Ramos saiu de R$ 4.299, na primeira semana, para R$ 3.399 nesta semana.

Na mesma loja, a televisão da Sony de 55 polegadas (HDR 4k) foi de R$ 3.499 na primeira sexta-feira analisada e chegou ao preço de R$ 2.599 nesta Black Friday.

De forma geral, os valores dos 35 produtos analisados flutuaram ao longo das dez sextas-feiras, mas, nas três semanas anteriores à promoção, começaram a cair.

Houve também o famoso soluço de alta, em que, dias antes da Black Friday, o preço apresenta uma forte elevação.

É o que ocorreu nas Lojas Americanas, na rua São Bento. O preço do celular Moto G7 Power (64 GB) começou em R$ 1.199 e foi variando, ora R$ 100 mais caro, ora R$ 100 ou R$ 200 mais barato. Uma semana antes da liquidação, no entanto, o valor do produto atingiu o seu pico, em R$ 1.399. Nesta sexta-feira, a mercadoria apresentou o menor preço, de R$ 799.

Nessa mesma loja, a cueca Boxer Zorba teve volatilidade incomum. O preço da peça íntima começou em R$ 20,99, passou para R$ 15,99, foi a R$ 17,99, voltou ao preço inicial e, finalmente, encerrou na promoção por R$ 9,99.

Não apresentaram grandes mudanças de preço bebidas alcoólicas, calçados, roupas de cama e conjuntos de louça.