Mercado fechará em 6 h 26 min
  • BOVESPA

    109.459,07
    -1.980,30 (-1,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,97
    -1,00 (-1,39%)
     
  • OURO

    1.756,90
    +5,50 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    43.871,85
    -3.486,82 (-7,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.093,97
    -40,42 (-3,56%)
     
  • S&P500

    4.367,36
    -65,63 (-1,48%)
     
  • DOW JONES

    34.059,70
    -525,18 (-1,52%)
     
  • FTSE

    6.861,82
    -101,82 (-1,46%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.097,50
    -228,50 (-1,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2207
    +0,0213 (+0,34%)
     

Em grande fase, Flamengo enfrenta o Corinthians e tenta manter resultados expressivos pelo Brasileiro

·2 minuto de leitura

Nos últimos quatro anos, o Flamengo conseguiu resultados expressivos contra o Corinthians pelo Brasileiro. Das quatro vitórias marcantes desde 2017, duas foram na Neo Química Arena, palco do duelo de hoje, às 16h. Após quatro goleadas consecutivas — duas pelo Brasileiro, uma pela Libertadores e outra pela Copa do Brasil —, é natural existir uma grande expectativa pela manutenção dessa tendência de superioridade no confronto de logo mais.

Mas esse domínio rubro-negro se estabeleceu recentemente. O retrospecto do duelo indica uma mudança de rota a favor do Flamengo após 2016. De lá para cá, apenas em jogos pelo Brasileiro, foram seis vitórias dos cariocas e três empates nos últimos nove duelos.

Veja também:

Foram triunfos incontestáveis. Desde um 3 a 0 no Luso-Brasileiro, em 2017, que se repetiu na Neo Química Arena, em 2018, até os resultados mais recentes. No Maracanã, em 2019, um 4 a 1. Ano passado, 5 a 1 na capital paulista.

A boa notícia para hoje é a manutenção do quarteto ofensivo. Juntos, Gabigol, Bruno Henrique, Arrascaeta e Everton Ribeiro têm 11 dos 21 gols marcados pela equipe nas últimos cinco partidas.

Destaque para Gabigol, com cinco, e Bruno Henrique, que tem quatro. Arrascaeta chama atenção pelas cinco assistências no período, assim como Everton Ribeiro, que deu três passes para gol.

Leia ainda:

A má notícia é a baixa de Rodrigo Caio por mais uma partida. O zagueiro seguirá em tratamento específico de reequilíbrio muscular. Voltam o lateral-esquerdo Filipe Luís e o zagueiro Gustavo Henrique, que foram poupados contra o ABC.

Sem Rodrigo Caio, Léo Pereira deve formar dupla de zaga com Gustavo Henrique. Bruno Viana corre por fora, mas a tendência é ficar como opção no banco de reservas.

As demais baixas são do lateral-esquerdo Renê, que constatou lesão na última partida, contra o ABC, e do goleiro Hugo Souza, gripado. Vendido ao Fulham, da Inglaterra, o atacante Rodrigo Muniz sequer viajou com a delegação rubro-negro para São Paulo.

Pelo lado do Corinthians, o reencontro é traumático também pela recente recusa do técnico Renato Gaúcho, que aguardou a chance para comandar o Flamengo e preferiu não deixar o Rio de Janeiro.O técnico Sylvinho faz um trabalho para tirar a equipe do meio da tabela e buscar objetivos maiores dentro do Brasileiro.

Ainda sem contar com os reforços de Renato Augusto e Giuliano — serão inscritos apenas amanhã — o Corinthians tem os desfalques de Gabriel Pereira, Ruan Oliveira e Gustavo Mantuan, todos lesionados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos