Mercado abrirá em 5 h 7 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,11
    +0,82 (+1,17%)
     
  • OURO

    1.760,70
    -3,10 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    43.158,46
    -1.634,60 (-3,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.080,22
    -54,16 (-4,77%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.961,81
    +57,90 (+0,84%)
     
  • HANG SENG

    24.245,33
    +146,19 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.138,25
    +128,75 (+0,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2897
    +0,0450 (+0,72%)
     

Em cinco anos, União reduziu despesas servidores em R$ 20 bilhões; hoje, são 585 mil funcionários

·1 minuto de leitura

Um levantamento feito pela Secretaria de Política Econômica, do Ministério da Economia, revelou que nos últimos cinco anos, a União enxugou seu quadro de funcionários e reduziu em cerca de R$ 20 bilhões as despesas com pessoal. Segundo a pasta, isso fez com que o total de gastos em 2020 (de R$ 199,8 bilhões) se aproximasse dos R$ 198,3 bilhões desembolsados em 2014 (em valores correntes).

De acordo com o levantamento, em maio deste ano a União tinha 584,9 mil servidores. Seria o menor quantitativo desde 2011, quando o governo federal registrava 585,1 mil vínculos.

Ainda segundo a secretaria, o movimento de corte na folha vem ocorrendo desde 2017 – ano em o funcionalismo federal contava com 634.157 servidores, devido a uma reposição menor de pessoal.

Entre 2017 e 2021, a redução no número de funcionários foi de 7,8%. E, considerando a média desses últimos anos, pouco mais de 11 mil servidores foram contratados.

Isso ocorreu após um período de crescimento no quadro de pessoal, pois, de 2008 e 2017, o número de funcionários públicos aumentou 16,3%.

Para a Secretaria de Política Econômica, a redução do quadro é "reflexo da postura do governo federal em relação ao serviço público, buscando o equilíbrio das contas públicas e a melhora na eficiência na prestação de serviços".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos