Mercado fechado
  • BOVESPA

    99.605,54
    -1.411,46 (-1,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.001,31
    -244,59 (-0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,93
    -0,64 (-1,62%)
     
  • OURO

    1.909,70
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    13.706,27
    -6,01 (-0,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    271,35
    +10,06 (+3,85%)
     
  • S&P500

    3.390,68
    -10,29 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    27.463,19
    -222,21 (-0,80%)
     
  • FTSE

    5.728,99
    -63,02 (-1,09%)
     
  • HANG SENG

    24.787,19
    -131,61 (-0,53%)
     
  • NIKKEI

    23.358,86
    -135,44 (-0,58%)
     
  • NASDAQ

    11.531,00
    -57,00 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6821
    +0,0416 (+0,63%)
     

Em cerimônia no Rio, Bolsonaro destaca união com governador em exercício

Rafael Rosas
·2 minutos de leitura

Cláudio Castro (PSC) assumiu o governo do Estado após o afastamento de Wilson Witzel, que havia se distanciado da administração federal O presidente Jair Bolsonaro fez questão de afirmar hoje que vai trabalhar em união com o governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC). Bolsonaro e Castro participaram de cerimônia de inauguração de estruturas e entrega de equipamentos à Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Rio. Sentados lado a lado, eles mostraram uma relação amistosa, diferente do que o presidente mostrou nas últimas vezes em que dividiu o palanque com o governador afastado do Rio, Wilson Witzel (PSC). “Junto com governador, vamos trabalhar para tirar o Rio de Janeiro da situação em que se encontra”, disse Bolsonaro em seu discurso. “[A velha] Política será deixada para trás e nova política surgirá para que possamos nos orgulhar desse Estado maravilhoso chamado Rio de Janeiro”, acrescentou. Castro, que discursou antes do presidente, já havia sinalizado igual alinhamento, agradecendo a Bolsonaro pelos investimentos na PRF do Rio e afirmando que “com parceria e união construiremos cidades, Estados e um país melhor para todos”. Pandemia Além de mostrar união com o novo governador fluminense, Bolsonaro também elogiou a forma como o governo enfrenta a pandemia. Ressaltou que a situação o obrigou a tomar decisões e frisou a importância da briga para liberação da cloroquina para o tratamento da covid-19 - medicamento cuja eficácia não tem comprovação científica comprovada, segundo pesquisas mais recentes. Ele disse que o governo estudou como a cloroquina estava sendo usada, principalmente em países pobres e na África subsaariana e ressaltou que não havia outra alternativa, mas que hoje, segundo ele, o uso do medicamento no combate à doença é uma realidade. “Trabalhamos muito para que médicos pudessem ministrar o melhor para população. E tem dado certo”, disse o presidente. Bolsonaro desembarca em Galeão para cumprir agenda no Rio de Janeiro Carolina Antunes/PR