Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.121,42
    -268,49 (-0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Em agosto, brasileiros negociaram mais R$ 7 bilhões em Bitcoin

·2 minuto de leitura
Bitcoin e notas de Real de 5 e 2 Brasil brasileiros
Bitcoin e notas de Real de 5 e 2 Brasil brasileiros

As negociações de Bitcoin no Brasil, no último mês de agosto, superaram os R$ 7 bilhões, apresentando uma retomada na alta no volume após meses de retração.

No mês de julho de 2021, os brasileiros negociaram R$ 5,5 bilhões em Bitcoin, após a alta em seu preço despertar novamente o interesse dos investidores para este setor.

Somadas, todas as corretoras brasileiras negociaram 30.137 Bitcoins no período — elevando o patamar da moeda digital como sendo o melhor investimento no país mais uma vez.

Como vemos, apesar do valor negociado em agosto ainda ser distante das máximas de 2021, este mês observamos uma retomada no volume de negociações. Esta retomada coincide com a alta recente do Bitcoin, após os meses de junho e julho ainda apresentarem retrações.

Negociações de Bitcoin no Brasil voltam a crescer no mês de agosto

De acordo com um relatório divulgado pelo Cointrader Monitor, o volume de Bitcoin negociados no Brasil voltou a crescer, com R$ 7,6 bilhões negociados em agosto.

As corretoras brasileiras reportaram que os traders movimentaram 31.647,06 Bitcoins entre os dias 1 e 31 de agosto, coincidindo com um movimento de alta nos preços da criptomoeda.

No Brasil, no dia 1 de agosto, cada Bitcoin custava R$ 208 mil. Todavia, o mês fechou com a cotação da criptomoeda valendo R$ 246 mil — uma alta que ultrapassa os 17% em trinta dias sendo que, em julho, o Bitcoin já havia se valorizado 27%.

Neste cenário, foi registrado um acréscimo de mais 39% de volume em real para comprar a moeda, algo que se deu devido a desvalorização da divisa brasileira.

“Em comparação com o mês de Julho (30.137,41 Bitcoin), o volume de Bitcoins movimentados aumentou em 5,01%. Porém, o volume de Reais necessários para realizar a movimentação dessa quantidade de Bitcoins percebeu um incremento de 39,64%. Isto ocorreu devido à valorização do Bitcoin sobre o Real neste período.”

Relatórios apontam que a Binance alcançou seis meses consecutivos como líder do mercado

A extrema valorização do Bitcoin e uma nova demanda pela criptomoeda que impulsionou novamente sua negociação entre brasileiros continuou fazendo uma exchange muito feliz.

A corretora preferida dos brasileiros para negociação de Bitcoin segue sendo a Binance, que alcançou seu sexto mês seguido na ponta do volume de compra e venda.

Com mais de 11 mil BTCs negociados, ela foi a responsável por cerca de 35% das operações com Bitcoin em Real.

O dia mais movimentado foi em 5 de agosto, com mais de 1.700 Bitcoins transacionados. Já o pior dia registrado de volume de negociações aconteceu no fim do mês, no dia 28.

Além disso, de acordo com o site Coinsamba, a Binance também apresentou o maior volume de compras e vendas para os pares Ethereum (ETH) e Ripple (XRP) com real no mês de agosto.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos