Mercado fechado

Elon Musk revela que precisou ajudar seu pai financeiramente: 'Um ser terrível'

No Twitter, Musk escreveu:
No Twitter, Musk escreveu: "meu irmão e eu apoiamos financeiramente ele e sua família na África do Sul desde então, com a condição de que ele não fizesse coisas ruins. Infelizmente, ele fez coisas ruins" (Photo by CARINA JOHANSEN/NTB/AFP via Getty Images)
  • CEO da Tesla e da SpaceX revelou que mantinha o pai financeiramente nos anos 90;

  • Musk já definiu o pai como um "ser humano terrível" e afirmou que "quase todas as coisas más que você poderia imaginar, ele fez";

  • Em agosto, pai de Elon Musk revelou não sentir orgulho do filho.

Em mais uma prova de que a família Musk vive em uma eterna troca de farpas, o CEO da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, revelou em um tweet publicado nesta quarta-feira (21) que ele e seu irmão precisaram financiar seu pai, Errol Musk, e a família com quem ele vivia na África do Sul nos anos 1990.

De acordo com o portal Insider, o debate começou com um tweet de Robert Reich, acadêmico da UC Berkeley, que disse que Musk vinha de uma família que possuía uma mina de esmeraldas no "Apartheid África do Sul". Ao responder Reich, Musk escreveu: "meu irmão e eu apoiamos financeiramente ele e sua família na África do Sul desde então, com a condição de que ele não fizesse coisas ruins. Infelizmente, ele fez coisas ruins".

Em 2017, em uma entrevista à revista Rolling Stone, Musk definiu o pai como um "ser humano terrível" e afirmou que "quase todas as coisas más que você poderia imaginar, ele fez".

Em depoimento à Business Insider Africa em 2018, o pai do magnata, Errol Musk afirmou que possuía apenas metade da mina. Após a publicação, Elon Musk disse ao escritor Jeremy Arnold que lembrou-se de "ter visto uma pequena caixa de joias de esmeraldas de baixa qualidade em sua juventude".

Relação difícil

Em agosto, durante uma entrevista concedida à radio australiana The Kyle and Jackie O Show, Errol Musk revelou não sentir orgulho do filho.

“Somos uma família que estamos fazendo vários negócios há um longo tempo. Não é como se de repente tivéssemos começado a fazer algo", justificou Errol, dizendo que preferia que seu primogênito estivesse trabalhando nas empresas da família do que abrindo novas companhias.

Apesar de admitir que Elon alcançou muitas conquistas em comparação aos irmãos, Errol confessou que seu filho preferido é Kimbal Musk, considerado o “orgulho e alegria” de sua vida. Dois anos mais novo que o primogênito, ele é dono de restaurantes nos Estados Unidos e tem patrimônio líquido avaliado em US$ 700 milhões.