Mercado abrirá em 8 h 3 min
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,72
    +0,06 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.787,90
    +5,00 (+0,28%)
     
  • BTC-USD

    32.914,05
    -1.135,58 (-3,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    794,24
    -56,10 (-6,60%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.489,76
    +0,76 (+0,00%)
     
  • NIKKEI

    28.831,64
    +820,71 (+2,93%)
     
  • NASDAQ

    14.148,25
    +18,25 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9758
    +0,0005 (+0,01%)
     

Elon Musk: Pessoas que não temem IA são “mais burras do que elas pensam”

·2 minuto de leitura

Elon Musk, dono da Tesla e da SpaceX, é um inimigo ferrenho da inteligência artificial (IA). O executivo já criticou a tecnologia diversas vezes, e, em uma recente entrevista concedida ao Business Insider, voltou a atacar tal conceito — desta vez, sendo ainda mais agressivo.

De acordo com Musk, aquelas pessoas que desacreditam no potência da IA e não temem que os computadores se tornem mais inteligentes do que os seres humanos no futuro são “mais burras do que elas pensam que são”.

“Estive batendo nessa tecla da inteligência artificial por uma década. Nós temos que nos preocupar sobre onde essa coisa de IA está indo. As pessoas que eu vejo estando mais erradas sobre IA são aquelas que são muito inteligentes, pois elas não imaginam que um computador possa ser mais inteligente do que elas. É uma falha de lógica. Elas, desse jeito, estão sendo muito mais burras do que elas pensam que são”, afirma Musk.

Vale lembrar que, em 2018, o empresário chegou a dizer que “os perigos da inteligência artificial são muito maiores do que aqueles das armas nucleares”, argumentando sobre um cenário em que robôs e computadores decidam se livrar dos seus criadores por não nos verem mais como úteis para a sociedade.

Antes disso, em 2017, Musk debateu publicamente com Mark Zuckerberg depois que o CEO do Facebook afirmou que a inteligência artificial estava ajudando a sociedade em diversos aspectos, incluindo saúde pública e prevenção de acidentes. Em resposta, Musk descreveu o conhecimento de Zuckerberg sobre IA como “limitado”.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos