Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.486,01
    +1.576,40 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.684,86
    +1.510,80 (+3,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,41
    -0,14 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.789,00
    +29,10 (+1,65%)
     
  • BTC-USD

    17.165,37
    +585,73 (+3,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    407,28
    +6,58 (+1,64%)
     
  • S&P500

    4.080,11
    +122,48 (+3,09%)
     
  • DOW JONES

    34.589,77
    +737,24 (+2,18%)
     
  • FTSE

    7.573,05
    +61,05 (+0,81%)
     
  • HANG SENG

    18.597,23
    +392,55 (+2,16%)
     
  • NIKKEI

    28.392,63
    +423,64 (+1,51%)
     
  • NASDAQ

    12.065,00
    +22,75 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3965
    0,0000 (0,00%)
     

Elon Musk pensa em armazenar DNA de toda a população do mundo em dispositivo

Elon Musk refletiu sobre as possibilidades de guardar e transportar dados
Elon Musk refletiu sobre as possibilidades de guardar e transportar dados

(Dimitrios Kambouris/Getty Images for The Met Museum/Vogue)

  • Elon Musk se interessa por armazenar dados do DNA de toda a população;

  • No Twitter, bilionário refletiu como seria possível guardar informações em um dispositivo pequeno;

  • Não há indícios, entretanto, de que a ideia será levada adiante.

O bilionário Elon Musk usou, mais uma vez, sua conta no Twitter para refletir e debater ideias peculiares. Dessa vez, o interesse do homem mais rico do mundo não tem a ver com a colonização de Marte nem com liberdade de expressão, mas sim em como poderia armazenar os dados de DNA de toda a população mundial em um pequeno dispositivo.

A discussão surgiu depois que um astrônomo publicou informações sobre o tamanho do genoma humano. Musk logo se interessou e perguntou: “Existe uma comparação do tamanho do DNA pós-compressão?”. A partir daí, o debate se desenrolou.

Os dados de DNA mencionados provém do conhecido Projeto Genoma Humano, considerado um dos maiores avanços científicos dos anos 2000. A iniciativa tem como objetivo reunir todas as combinações genéticas humanas, levando a mais de três bilhões de possibilidades.

Neste ano, milhões de combinações adicionais foram adicionadas à sequência, o que chamou a atenção de Musk, que acredita que todos esses dados podem ser colocados em um dispositivo pequeno.

A ideia tem fundamento?

Apesar do bilionário acreditar veementemente que seria possível consolidar tais informações, muitos especialistas são contra. Alguns, inclusive, destacam uma questão ética: “Por que alguém precisaria de informações genéticas de cada pessoa do mundo em um disco rígido acessível?”.

Já Antonio Regalado, escritor de biotecnologia da Tech Review, apontou que seriam necessários mais de 100 gigabytes de armazenamento. Em resposta, Musk tuitou: “Este é um bom ponto. Pode-se simplesmente ter alguns genomas humanos de referência e simplesmente codificar cada indivíduo com um delta de compressão sem perdas! Provavelmente poderia encaixar as sequências de DNA de todos os humanos vivos hoje em um sistema de armazenamento de dados bastante pequeno”.

Apesar das discussões, não há nenhum indício real de que Musk planeja levar a ideia adiante nem investir em cientistas capazes de cumprir com tal tarefa.