Mercado abrirá em 39 mins
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,11
    -0,19 (-0,26%)
     
  • OURO

    1.785,30
    +8,60 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    33.525,28
    -524,77 (-1,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    802,05
    +15,44 (+1,96%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.133,30
    +23,33 (+0,33%)
     
  • HANG SENG

    29.288,22
    +405,76 (+1,40%)
     
  • NIKKEI

    29.066,18
    +190,95 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    14.364,25
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8615
    -0,0008 (-0,01%)
     

Elon Musk no Twitter: “Tesla não vendeu Bitcoin”

·3 minuto de leitura
Elon Musk. Imagem: Flickr
Elon Musk. Imagem: Flickr

O Bitcoin despencou mais de 20% na última semana após Elon Musk começar a criticar o ativo digital. Ontem o bilionário sugeriu que a Tesla vai vender os bitcoins que ainda tem, isso fez a criptomoeda cair mais 10% em questão de horas. Nesta segunda-feira (17), o CEO da Tesla foi novamente ao Twitter para brincar com o mercado e dizer que sua empresa não vendeu o Bitcoin que comprou, pelo menos não ainda.

Ele chamou o movimento de especulação em um comentário, ou seja, colocou em dúvidas se sua empresa realmente irá vender seus Bitcoins. Essa polêmica começou na última semana, quando Elon Musk afirmou que a Tesla não iria mais aceitar Bitcoin como meio de pagamento.

Ao tomar essa decisão, a empresa soltou uma nota pública, afirmando que a mineração de Bitcoin utiliza combustíveis fósseis, ou seja, não seria boa para o meio ambiente.

A comunidade Bitcoin correu para desmistificar o assunto, mas não conteve a onda vendedora de investidores.

Elon Musk vai ao Twitter para afirmar que Tesla ainda não vendeu Bitcoin: “esclarecendo a especulação”

Primeiramente, é importante entender o momento atual do Bitcoin, maior criptomoeda descentralizada e sua queda de preços. Desde 2020, o Bitcoin vê uma grande adoção de empresas, elevando muito seu valor no mercado, principalmente como reserva de valor.

Mas essas empresas possuem estratégias a apresentar para seus investidores, sendo o impacto ambiental uma delas. A Tesla, por exemplo, é a maior fabricante de carros elétricos do mundo, modalidade de veículos que não utiliza combustíveis fósseis, como gasolina, diesel e etanol.

Dessa forma, desde que a Tesla comprou Bitcoin, em 8 de fevereiro de 2021, pessoas passaram a criticar a empresa, afirmando que a criptomoeda não tem uma energia limpa em sua cadeia de funcionamento.

Para criar Bitcoins e manter a segurança da rede, o processo de mineração utiliza energia. Assim, estudos sugerem que esse processo utiliza energia originada do carvão.

Quando a Tesla comprou a moeda digital, o preço do Bitcoin registrou a maior alta histórica em apenas um dia. No final de abril, a Tesla afirmou ter vendido alguns bitcoins com a justificativa de testar a liquidez do mercado.

Após isso, qualquer venda de Bitcoin pela Tesla seria apenas uma especulação, afirmou pelo Twitter, nesta segunda-feira, Elon Musk.

“Para esclarecer as especulações, a Tesla não vendeu nenhum Bitcoin”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Mudanças de humor de Elon Musk em relação ao Bitcoin não são totalmente claras

Nos últimos meses, o Bitcoin foi do céu ao inferno com Elon Musk, em constantes alterações de humor em relação a moeda digital. Dias antes da compra de Bitcoin feita pela Tesla, por exemplo, o CEO da empresa afirmou que se arrependia de não investir na principal criptomoeda desde 2013.

Ou seja, Elon Musk, que hoje critica os fundamentos do Bitcoin, havia há três meses se arrependido por não comprar antes. O que mudou em tão pouco tempo?

Alguns especulam que poderia até ser uma manipulação de preços feita pelo CEO da Tesla no mercado de criptomoedas. Segundo o analista brasileiro de investimentos Pablo Spyer, conhecido pela fala “Vai Tourinho”, Elon Musk seria um brincalhão.

Como o Bitcoin não é regulamentado, Elon não enfrenta problemas com a SEC em suas possíveis manipulações de mercado. Nesta segunda-feira, ao lembrar a queda do Bitcoin próximo às festividades juninas no Brasil, Spyer brincou que Musk já está no clima da festa.

“O Bitcoin tá caindo 10% desde sexta-feira, tá negociando a US$ 45 mil, R$ 240 mil. Mas é porque tá chegando junho, é clima de festa junina, o brincalhão gosta de festa junina. Olha a cobra, é mentira. A Tesla vai vender Bitcoin, é mentira.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos