Mercado abrirá em 7 h 2 min
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,92
    -1,57 (-1,42%)
     
  • OURO

    1.807,00
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    30.299,50
    +524,94 (+1,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    680,16
    -0,94 (-0,14%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.418,15
    +184,81 (+2,55%)
     
  • HANG SENG

    19.961,14
    +62,37 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    26.552,32
    +124,67 (+0,47%)
     
  • NASDAQ

    12.327,50
    -55,25 (-0,45%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2536
    -0,0055 (-0,10%)
     

Elon Musk leva três 'nãos' ao tentar crédito para comprar o Twitter

·1 min de leitura
BRAZIL - 2022/04/11: In this photo illustration, the Twitter logo is displayed on a smartphone with Elon Musk's official Twitter profile. The billionaire Elon Musk bought 9% of Twitter, an investment of USD 3 billion. (Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
As informações foram apuradas pela Bloomberg com fontes que não foram identificadas (Getty Image)
  • Elon Musk: fontes ouvidas pelo Bloomberg afirmam que ao menos três instituições negaram crédito;

  • O bilionário pretende usar o dinheiro para comprar o Twitter;

  • A aquisição tem gerado polêmica e temores.

Não são apenas trabalhadores com renda baixa ou pessoas com o nome sujo que têm dificuldade para pegar empréstimos. O bilionário Elon Musk, dono da Tesla e da Space X, pediu crédito em três grandes instituições financeiras para comprar o Twitter. No entanto, a solicitação de US$ 43 bilhões negada.

A informação foi divulgada pela agência de notícias Bloomberg. De acordo com o site, as empresas procuradas pelo empresário foram a Blackstone, a Vista e a Brookfield. Fontes das instituições afirmaram que que elas rejeitaram a proposta.

Segundo uma fonte entrevista pelo portal, que não quiseram se identificar, "a Vista e a Blackstone não estão interessadas em participar de nenhuma oferta potencial de Musk ou de qualquer outra parte no Twitter no momento."

Contratempos para fechar negócio

O pedido de crédito ao mercado financeiro é apenas um dos desafios encontrados pelo bilionário. Os desafios começaram quando Musk comprou 9% das ações do Twitter, se tonando um dos principais acionistas da empresa.

Na ocasião, surgiram temores sobre possíveis alterações nas diretrizes da companhia. Depois da aquisição, o empresário desistiu de participar do conselho administrativo. No entanto, voltou atrás e propôs comprar a empresa inteira por US$ 6 bilhões a mais do que o valor de mercado.

"Eu investi no Twitter e acredito que [a corporação] tem potencial para ser a plataforma para liberdade de expressão", afirmou Musk. "O Twitter tem um potencial extraordinário. E irei destravá-lo".

Um tempo atrás o bilionário atacou as políticas de remoção de conteúdo. Para Elon Musk, as medidas eram um ataque à liberdade de expressão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos