Mercado abrirá em 8 h 25 min
  • BOVESPA

    118.328,99
    -1.317,01 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.810,21
    -315,49 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,44
    -0,69 (-1,30%)
     
  • OURO

    1.861,40
    -4,50 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    30.554,63
    +740,59 (+2,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    604,77
    -75,14 (-11,05%)
     
  • S&P500

    3.853,07
    +1,22 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    31.176,01
    -12,39 (-0,04%)
     
  • FTSE

    6.715,42
    -24,97 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    29.491,72
    -436,04 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    28.646,99
    -109,87 (-0,38%)
     
  • NASDAQ

    13.348,00
    -47,50 (-0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5140
    +0,0056 (+0,09%)
     

Elon Musk, fundador da Tesla, se torna o homem mais rico do mundo

·1 minuto de leitura
O chefe da Tesla, Elon Musk

Elon Musk, fundador da fabricante de veículos elétricos Tesla, tornou-se, nesta quinta-feira (7), o homem mais rico do mundo graças à disparada das ações de sua empresa na bolsa de valores, segundo cálculos da agência Bloomberg.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Com a valorização das ações da Tesla na bolsa, e com a participação de 18% da empresa, o empresário de 49 anos que também dirige a SpaceX, supera assim Jeff Bezos, o fundador da Amazon, que desde 2017 era o homem mais rico no mundo, segundo a agência que tem um ranking de bilionários.

Leia também:

A ação da Tesla multiplicou por mais de sete vezes seu valor em 2020 e continuava subindo em Wall Street nesta quinta, elevando a fortuna do engenheiro de origem sul-africana para US$ 188,5 bilhões logo após a abertura da bolsa, US$ 1,5 bilhão acima de Bezos.

Na quarta-feira, a Tesla superou pela primeira vez os 700 bilhões de dólares de capitalização de mercado no fechamento da bolsa de Nova York, com uma alta de quase 3% de suas ações para 755,98 dólares.

Esta manhã, a ação estava perto de US$ 800, alta de 5,7%.

As vendas do grupo, no entanto, permanecem muito distantes daquelas dos fabricantes de veículos tradicionais: a Tesla vendeu 499.550 veículos em 2020, longe dos 11 milhões da Volkswagen em 2019.

Mas a Tesla se beneficia do otimismo dos investidores para o futuro dos veículos elétricos e do fato de ter conseguido ganhar dinheiro em cinco trimestres consecutivos, o que a ajudou a entrar no prestigioso índice S&P 500 em dezembro.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube