Mercado abrirá em 1 h 58 min

Elon Musk: Facebook é tosco e pessoas devem deletar suas contas

Giovanna Almeida
Elon Musk: Facebook é tosco e pessoas devem deletar suas contas

O CEO da Tesla (NASDAQ: TSLA), Elon Musk, voltou a fazer críticas ao Facebook ao longo dos últimos dias. No último sábado (8), o executivo afirmou que a rede social norte-americana é tosca e pediu para que as pessoas excluíssem suas contas.

A crítica de Elon Musk ocorreu por meio de uma publicação no Twitter que respondia outra postagem realizada na última quarta-feira (5). No tweet inicial, o ator britânico Sacha Baron Cohen pedia maior regulação do governo sobre os dados gerados pelo Facebook.

"Por que deixamos um homem controlar as informações vistas por 2,5 bilhões de pessoas? O Facebook precisa ser regulado pelos governos, não governado por um imperador!", dizia a publicação realizada pelo ator. "#ExcluaOFacebook, é tosco", respondeu o presidente executivo da Tesla.


Tensões entre Elon Musk e Mark Zuckerberg

O CEO da Tesla e Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, possuem um longo histórico de desentendimentos. Em 2016, Zuckerberg afirmou que a SpaceX, empresa de serviços aeroespaciais fundada por Musk, era culpada por destruir um satélite do Facebook com um lançamento fracassado.

Leia também: Tesla supera pela 1ª vez valor de mercado de GM e Ford juntas

Além disso, em 2018, Musk afirmou que desconhecia a existência das páginas de suas empresas na rede social norte-americana. No entanto, os perfis das companhias existiam e foram desativados pela própria mídia social pouco tempo depois. Na ocasião, somente a SpaceX contava com mais de 2,5 milhões de seguidores.

As discussões entre os dois executivos se estendem em relação ao potencial da inteligência artificial (IA). O CEO da Tesla afirmou que Zuckerberg possui uma visão limitada sobre o futuro da IA.

Isso porque o fundador da rede social norte-americana acredita que a tecnologia poderá otimizar a saúde e a segurança. No entanto, Elon Musk afirma que o serviço pode se tornar mais perigoso do que armas nucleares futuramente.