Mercado abrirá em 4 h 20 min
  • BOVESPA

    116.230,12
    +95,66 (+0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.046,58
    +616,83 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,31
    -0,21 (-0,24%)
     
  • OURO

    1.719,90
    -10,60 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    20.144,76
    +200,28 (+1,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,29
    +10,86 (+2,44%)
     
  • S&P500

    3.790,93
    +112,50 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    30.316,32
    +825,43 (+2,80%)
     
  • FTSE

    6.999,53
    -86,93 (-1,23%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.521,50
    -119,25 (-1,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1553
    -0,0126 (-0,24%)
     

Musk escreve sobre colonização em Marte em revista de agência de censura chinesa

Elon Musk escreve coluna em revista de agência de censura chinesa
Elon Musk escreve coluna em revista de agência de censura chinesa
  • O homem mais rico do mundo descreveu seus planos para colônias em Marte e robôs;

  • Ele também elogiou o progresso econômico “incrível” do país e evitou criticar as medidas de isolamento social;

  • A agência incentiva os usuários da Internet a denunciar uns aos outros por postagens que “negam a excelência da cultura socialista avançada”;

Elon Musk se tornou o primeiro estrangeiro a escrever para uma revista da agência do governo chinês que supervisiona a censura da internet. O homem mais rico do mundo descreveu seus planos para colônias em Marte e robôs Tesla em milhões de casas em uma coluna recente para “China Wangxin”, uma revista lançada no início deste ano pela Administração do Ciberespaço da China.

“Tenho o prazer de compartilhar com meus amigos chineses alguns dos meus pensamentos sobre a visão da tecnologia e da humanidade”, escreveu Musk na coluna

“Também dou as boas-vindas a mais parceiros chineses com ideias semelhantes para se juntarem a nós na exploração de energia limpa, inteligência artificial, colaboração homem-máquina e exploração espacial para criar um futuro que vale a pena esperar”

A medida ressalta os laços profundos de Musk com a China à medida que as tensões com os EUA disparam . No domingo, o magnata foi ao Twitter – um site bloqueado na China – para comemorar a fábrica da Tesla em Xangai produzindo seu milionésimo carro.

Ele também elogiou o progresso econômico “incrível” do país e evitou criticar as medidas de isolamento social devido ao coronavírus na China, apesar de considerar restrições semelhantes nos EUA como “fascistas”.

A Administração do Ciberespaço da China mantém o regime de censura on-line pesado do país, incentivando os usuários da Internet a denunciar uns aos outros por postagens que “negam a excelência da cultura socialista avançada” e espalham “deturpações niilistas históricas on-line”, informou a Reuters no ano passado.

A agência também possui participações em grandes empresas de tecnologia chinesas, como a proprietária do TikTok, ByteDance, e a rede social Weibo.

Musk – um autodenominado “absolutista da liberdade de expressão” – é o primeiro estrangeiro a escrever para a revista da agência, de acordo com o South China Morning Post, que informou que a publicação mensal normalmente apresenta textos de funcionários do governo e executivos de empresas estatais.