Mercado abrirá em 5 h 55 min

Elon Musk diz que 'ataque de bot' arruinou sua solução para guerra na Ucrânia

Elon Musk diz que sua solução para a guerra na Ucrânia foi atacada por bots ucranianos (Photo by STR/NurPhoto via Getty Images)
Elon Musk diz que sua solução para a guerra na Ucrânia foi atacada por bots ucranianos (Photo by STR/NurPhoto via Getty Images)
  • CEO da Tesla também brigou com Garry Kasparov, antigo campeão mundial de xadrez;

  • Solução de Elon Musk prevê um referendo nas regiões ocupadas para decidir a validade da anexação;

  • Bilionário disse que cenário deve ser o mais provável, mas não descartou uma guerra nuclear.

Elon Musk, o CEO da Tesla, afirmou que um ataque de bots ucranianos está afetando uma enquete que ele publicou no Twitter, hipotetizando sobre o fim da guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

A sugestão do bilionário era de que as regiões anexadas pela Rússia fizessem referendos sob a supervisão da Organização das Nações Unidas (ONU), onde poderiam decidir se querem realmente se juntar à Rússia ou não, de modo a demonstrar "a vontade do povo".

Elon Musk ainda acrescentou que em sua solução, a Crimeia se oficializaria como parte da Rússia tendo seu abastecimento de água garantido, enquanto "a Ucrânia permanece neutra". Segundo bilionário, a enquete foi criada a partir do cenário que ele acredita que seja o mais próximo da realidade.

“É muito provável que este seja o resultado final – apenas uma questão de quantos morrem antes disso”, disse, para logo após afirmar que “um outro resultado possível, embora improvável, deste conflito é a guerra nuclear”.

A solução proposta por Musk foi amplamente criticada por críticos da guerra e por cidadãos ucranianos, que não veem como justa a anexação dos territórios do país pela Rússia. Um deles, o antigo campeão mundial de xadrez, Garry Kasparov, afirmou que a proposta de Musk "é uma idiotice moral, repetição da propaganda do Kremlin, uma traição à coragem e sacrifício ucranianos".

Musk, que já possui fama por brigar constantemente no Twitter, respondeu que ele providenciou satélites Starlinks para a Ucrânia "e perdemos mais de US$ 80 milhões ao fazê-lo, enquanto colocamos a SpaceX e eu em sério risco de ataque cibernético russo. O que você fez além de tuitar?"

Kasparov é um dos mais proeminentes críticos ao regime de Putin, tendo já sido preso pelo regime pela sua participação em protestos contra o governo. Em resposta, o campeão afirmou.

"E eu te elogiei como tantos fizeram por esses atos. Mas as boas ações devem comprar imunidade para as más posteriores, ou cada ato e declaração devem ser julgados por seus méritos? Os ucranianos que lhe agradeceram pelo Starlink devem ficar em silêncio quando você espalha pontos de discussão do Kremlin contra eles?"