Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.131,73 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,63 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    37.190,79
    +172,50 (+0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,26 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +77,00 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,08 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    +0,0791 (+1,25%)
     

Elon Musk diz já entrou em contato com Apple sobre venda da Tesla

·1 minuto de leitura

BANGALORE (Reuters) - O bilionário Elon Musk afirmou na terça-feira que já foi entrou em contato com o presidente-executivo da Apple, Tim Cook, para discutir a possibilidade da companhia comprar a Tesla, durante "os dias mais negros do programa Model 3", por um preço que hoje representa um décimo do valor da montadora de carros elétricos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

"Ele se recusou a ter uma reunião", disse Musk, presidente-executivo da Tesla, ao responder uma cadeia de tuítes que citou reportagem da Reuters sobre os planos de desenvolvimento de um carro elétrico pela Apple até 2024 e que poderá ser equipado com uma nova tecnologia de baterias.

Leia também:

Musk diz que já procurou a Apple para vender a Tesla

BK anuncia lanche nojento com pé de galinha

Desemprego bate novo recorde e atinge 14 milhões

Durante 2017 e 2018, a Tesla enfrentou dificuldades para ampliar a produção do sedã Model 3 e Musk informou a investidores na época que a companhia estava mergulhada em um "inferno de fabril" por causa dos problemas com sistemas de produção automatizados na fábrica de baterias em Reno, no Estado norte-americano de Nevada.

Porém, a Tesla superou os problemas e desde então tem obtido crescimento nos lucros trimestrais. A montadora tornou-se na segunda-feira uma das companhias mais valiosas a ingressar no índice acionário S&P 500.

Na mesma cadeia de tuítes, Musk afirmou que a "monocélula", tecnologia que a Apple planeja usar na bateria de seus carros, "é eletroquimicamente impossível uma vez que a tensão máxima é cerca de 100 vezes muito menor" a menos que estejam ligadas.

A Apple não comentou os tuítes de Musk e a Tesla não se manifestou sobre o assunto.

(Por Chavi Mehta)

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube