Mercado fechado

Elon Musk debocha de funcionários negros e ativistas antirracismo

Em vídeo publicado em seu perfil, Musk debocha dos protestos antirracistas de 2016 (Jonathan Raa/NurPhoto via Getty Images)
Em vídeo publicado em seu perfil, Musk debocha dos protestos antirracistas de 2016 (Jonathan Raa/NurPhoto via Getty Images)
  • Em vídeo publicado em seu perfil, Musk zomba das iniciativas antirracistas dos funcionários;

  • Nas imagens, Musk encontra as camisas criadas pelo grupo Blackbirds;

  • Camisetas foram utilizadas inclusive pelo fundador do Twitter, Jack Dorsey, durante os protestos do BLM.

Em um vídeo publicado em seu perfil do Twitter, Elon Musk parece zombar das iniciativas antirracismo criadas pela equipe do Twitter, assim como do movimento Black Lives Matter de forma mais ampla.

Nas imagens, Musk filma o momento em que encontrou camisetas feitas pelo grupo interno de funcionários negros do Twitter, o Blackbirds. Após isso ele criticou os manifestantes do movimento Black Lives Matter (BLM). “‘Mãos ao alto, não atire’ foi inventado”, disse ele. “A coisa toda era uma ficção.”

Musk então excluiu a crítica e, em vez disso, compartilhou um link para o relatório do Departamento de Justiça sobre a morte de Michael Brown, que serviu de fagulha para esses protestos.

As camisas com a mensagem "#StayWoke" escrita começou a ser distribuída e vendida em 2016 pelo grupo Blackbirds, composto de funcionários negros do Twitter, que na época afimrou que seu objetivo é “apoiar e promover a diversidade no Twitter, criar um ambiente de trabalho mais inclusivo e enriquecer as comunidades fora do Twitter”.

O grupo afirmou também que o conteúdo das camisetas tem como objetivo "simplesmente se manter informado sobre os acontecimentos que acontecem no mundo ao seu redor”.

Em 2016 a camiseta chegou a ser utilizada inclusive por Jack Dorsey, colega pessoal de Musk e fundador da rede social. Ele afirmou que a mensagem da camisa era sobre "realmente estar atento, permanecer atento e continuar questionando".

As publicações do CEO trouxeram mais controvérsia do que o normal para o perfil de Musk. Poucas horas após a postagem, a postagem sobre camisetas recebeu 79 mil retuítes e 56 mil respostas.