Mercado abrirá em 5 h 17 min
  • BOVESPA

    112.486,01
    +1.576,40 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.684,86
    +1.510,80 (+3,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,09
    -0,46 (-0,57%)
     
  • OURO

    1.795,40
    +35,50 (+2,02%)
     
  • BTC-USD

    17.096,27
    +235,14 (+1,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    405,13
    +4,44 (+1,11%)
     
  • S&P500

    4.080,11
    +122,48 (+3,09%)
     
  • DOW JONES

    34.589,77
    +737,24 (+2,18%)
     
  • FTSE

    7.573,05
    +61,05 (+0,81%)
     
  • HANG SENG

    18.873,65
    +276,42 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    28.226,08
    +257,09 (+0,92%)
     
  • NASDAQ

    12.060,75
    +18,50 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4083
    +0,0118 (+0,22%)
     

Elon Musk critica Twitter e sugere criar nova rede social

Tesla CEO Elon Musk
Posts começaram na sexta-feira (25)

(Photo by PATRICK PLEUL/POOL/AFP via Getty Images)

  • Elon Musk critica Twitter em seu perfil na rede social;

  • Bilionário abriu enquetes e fez perguntas aos usuários;

  • No final, disse pensar na possibilidade de criar uma nova plataforma.

O bilionário Elon Musk, dono da Tesla e SpaceX, voltou a criticar o Twitter em seu perfil na plataforma. Na última sexta-feira (25), ele abriu enquetes, fez perguntas aos usuários e até sugeriu a criação de uma nova rede social.

Tudo começou quando publicou o seguinte questionamento: "Liberdade de expressão é essencial para uma democracia funcional. Você acredita que o Twitter rigorosamente adere a esses princípios?". A alternativa ‘não’ ganhou acima dos 70%, depois de mais de dois milhões de votos.

No dia seguinte, ele postou: "Levando em conta que o Twitter serve como uma praça pública de fato, falhar ao aderir aos princípios da liberdade de expressão prejudica a democracia. O que deveria ser feito?”, e complementou. “Uma nova plataforma é necessária?"

A reflexão ganhou cerca de 49 mil comentários e mais de 316 curtidas. No Twitter, usuários dividiram opiniões. “NÃO. Precisamos de soluções para a fome mundial, incêndios florestais, a guerra na Ucrânia, energia solar acessível e a crise habitacional. Não precisamos mais de blá blá. Ninguém está te censurando. Por favor, pare de inventar crises”, publicou um internauta.

Em contrapartida, outro disse: “Sim, embora um que desbanque as teorias da conspiração. Se liberdade significa alguma coisa, significa o direito de dizer às pessoas o que elas não querem ouvir e essa seria a verdade ousada. A liberdade de expressão deve ser baseada em fatos e na verdade”.

Alguns ainda comentaram que o empresário deveria comprar o Twitter e remodelar a forma com que funciona. Ele, por sua vez, alegou estar “pensando de forma séria” em criar uma nova plataforma, mas não deu mais detalhes.

Discussão antiga

Esta não é a primeira vez que Musk critica o Twitter, mas não é apenas a plataforma que o impede de expressar suas opiniões da forma que deseja. Em 2018, ele deixou a presidência do conselho da Tesla depois de ter feito uma série de tuítes sobre as ações da montadora, o que causou mudanças irregulares no mercado. Por conta disso, a conta do bilionário é supervisionada pelos advogados da companhia até hoje.

No ano passado, houve novamente alteração no preço das ações da Tesla depois que Musk fez uma enquete sobre vender ou não parte de sua participação – cuja maioria dos usuários optou pelo ‘sim’. O caso está em investigação.