Mercado abrirá em 5 h 38 min
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,04 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.874,10
    +7,60 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    34.653,44
    -9,17 (-0,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    686,16
    +6,26 (+0,92%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    29.969,29
    +6,82 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.377,00
    +82,75 (+0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4177
    +0,0097 (+0,15%)
     

Elon Musk alfineta Facebook e sugere que site levou a invasão do Capitólio

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Mark Zuckerberg e Elon Musk. (AP Photo/Manu Fernandez, Stephan Savoia)
Mark Zuckerberg e Elon Musk. (AP Photo/Manu Fernandez, Stephan Savoia)

Não é novidade a disputa entre o CEO da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, e o fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg. É sabido que os dois não “se bicam” muito.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Musk, que é um ávido usuário do Twitter, já havia criticado anteriormente a rede social de Mark Zuckerberg, mas depois da invasão de apoiadores de Trump ao capitólio americano, ele fez sua crítica mais dura até agora – ainda que de forma indireta.

Leia também:

O CEO da Tesla publicou no Twitter uma imagem de um homem prestes a derrubar uma pequena peça, que vai tombar outras sucessivas, cada vez maiores. Na peça menor, a legenda: ‘um website para classificar mulheres do campus’; na maior, um tuíte onde se lê: ‘O Capitólio parece estar sob o controle de um homem com um chapéu de viking’.

“Isso é chamado o efeito dominó”, escreveu Musk.

A referência é direta ao Facebook, que nasceu de uma ferramenta criada por Zuckerberg na época da faculdade, justamente com o objetivo citado pelo meme compartilhado por Musk.

O Facebook tem sido alvo de críticas por sua dificuldade em controlar o espalhamento de notícias falsas e discurso de ódio, vistos por observadores como “combustível” para movimentos de extrema-direita, como dos manifestantes que invadiram o Capitólio.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube