Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.451,96
    +314,98 (+1,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Elon Musk acha que criptomoedas já eram e aponta qual o próximo setor a "morrer"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O homem mais rico do mundo, Elon Musk, é fã confesso de criptomoedas, especialmente da Dogecoin, o ativo-meme que tem como mascote um cachorro. E, assim como costuma fazer com outros assuntos, nesta semana ele destilou uma polêmica opinião sobre a atual desvalorização das moedas digitais. E mais: em uma postagem no Twitter, também apontou que o mercado imobiliário será o próximo setor da economia a colapsar.

Musk comentou um meme postado pelo cocriador da Dogecoin, Billy Markus. A imagem publicada no Twitter mostra o desenho de um ceifador se aproximando de uma porta com a placa escrito "real state”, uma menção em inglês para o setor imobiliário.

O desenho da “morte” está batendo na porta, após ter passado pelas opções do mercado de ações e das criptomoedas. Musk concorda com a brincadeira, demonstrando pouca crença no mercado de ações e de cripto. E mais, que o setor imobiliário seria o próximo da lista.

O CEO da empresa de carros elétricos Tesla tem divulgado amplamente nos últimos dois anos que investe em criptomoedas — inclusive, a própria fabricante de carros tem parte do capital investido em Bitcoin. A companhia aplicou US$ 1,5 bilhão (R$ 7,5 bilhões) em Bitcoin em fevereiro de 2021. Em carta aos acionistas, a diretoria explicou que esse montante é uma maneira de dar “flexibilidade, diversificar ainda mais e maximizar o retorno do nosso dinheiro”.

Em março, Musk revelou que, apesar das recentes desvalorizações que atingem o mercado nos últimos meses, não venderia as criptomoedas que possui — não dá para saber se isso possa ter mudado nesta semana. O bilionário nunca divulgou quanto de sua fortuna está associada às moedas digitais.

Assim como as criptomoedas, mercado imobiliário sofre queda

O mercado imobiliário mostrou recentemente sinais de desaceleração, logo após ter passado por um momento de otimismo no período da pandemia, à medida que a inflação atinge níveis alarmante e bancos centrais seguem aumentando as taxas de juros. Com isso, crescem as preocupações de que o setor siga o mesmo caminho que ações de bolsas de valores e as criptomoedas.

A Reuters divulgou no começo de junho uma pesquisa com a opinião de diversos especialistas imobiliários. Eles acreditam que a fase de aumentos de preços pode estar chegando ao fim. Contudo, isso não quer dizer que os imóveis estarão mais acessíveis nos próximos meses.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos