Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.412,25
    +75,11 (+0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Eles não param! Invasão de ratos obriga evacuação de prisão na Austrália

·2 minuto de leitura
Eles não param! Invasão de ratos obriga evacuação de prisão na Austrália
Eles não param! Invasão de ratos obriga evacuação de prisão na Austrália

Há meses, o leste da Austrália vem sofrendo com uma infestação de ratos que destroem casas e comem as plantações. Além do pânico causado pela pandemia de Covid-19, a presença dos mamíferos é mais um problema para a população local, tendo se tornado uma verdadeira praga. Agora, os “monstrinhos” invadiram uma prisão em New South Wales. Nesta terça-feira (22) as autoridades australianas começaram a evacuar o Centro Correcional de Wellington, de onde os ratos roeram os painéis do teto e cabos.

Centro Correcional de Wellington, em New South Wales, na Austrália, foi invadido por ratos e precisou ser evacuado. Imagem: Nick Lowther – ABC Western Plains
Centro Correcional de Wellington, em New South Wales, na Austrália, foi invadido por ratos e precisou ser evacuado. Imagem: Nick Lowther – ABC Western Plains

“A saúde, a segurança e o bem-estar dos funcionários e dos presos são a nossa prioridade número um, por isso é importante agir o mais rapidamente possível para realizar as obras de reparação”, informou Peter Severin, o comissário responsável pelo serviço correcional de New South Wales.

Leia mais:

Até 420 detentos e 200 funcionários deverão ser transferidos para outras instalações antes do fim deste mês, de acordo com a Agence France-Presse.

Os invasores destruíram painéis no teto e cabos de aparelhos eletrônicos no Centro Correcional de Wellington. Imagem: Wellington Correctional Centre/Reprodução NBC.
Os invasores destruíram painéis no teto e cabos de aparelhos eletrônicos no Centro Correcional de Wellington. Imagem: Wellington Correctional Centre/Reprodução NBC.

Causas da invasão dos ratos

Conforme noticiado pelo Olhar Digital, a invasão dos ratos é explicada pela rápida adaptação da espécie Mus musculus, que suporta o longo período de seca do país e também da rápida reprodução.

Em entrevista ao portal Science Alert, o pesquisador da agência científica nacional, Steve Henry, disse que um casal de ratos é capaz de reproduzir até 500 em uma estação favorável.

“Tivemos um verão muito chuvoso, o que influenciou no crescimento da vegetação, situação que contribuiu para aumentar a quantidade de comida para os ratos”, disse o cientista ambiental Charles Stuart.

Outro problema que já foi identificado pelos pesquisadores é que os predadores naturais dos ratos, como as aves de rapina, estão entrando em extinção no país por conta da urbanização e cultivo de monoculturas em largas escalas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos