Elena Rybakina conquista WTA 1000 de Roma após abandono de Kalinina na final

Elena Rybakina (dir.) consola Anhelina Kalinina, que se lesionou na final
Elena Rybakina (dir.) consola Anhelina Kalinina, que se lesionou na final

A cazaque Elena Rybakina (nº 6 do mundo) conquistou o torneio WTA 1000 de Roma neste sábado (20), após o abandono da ucraniana Anhelina Kalinina no início do segundo set da final.

Rybakina havia vencido o primeiro set por 6-4 e vencia por 1 game a 0 no segundo quando a ucraniana, que vinha fazendo uma campanha surpreendente no saibro romano, sentou na cadeira e pediu atendimento médico.

Visivelmente lesionada na coxa esquerda, segundo a WTA, ela acabou desistindo, aos prantos, e foi cumprimentar Rybakina, que sucede a polonesa Iga Swiatek na lista de campeãs deste torneio.

Rybakina, vencedora de Wimbledon no ano passado e finalista do Aberto da Austrália em janeiro, conquistou o quinto título de sua carreira, seu segundo do ano depois de vencer em Indian Wells contra Sabalenka. Assim, passa a figurar por méritos próprios entre as favoritas ao título em Roland Garros, que começa daqui a uma semana.

Para vencer em Roma, ela se beneficiou de dois abandonos de suas rivais, Kalinina e anteriormente de Swiatek nas quartas de final.

Na final, que começou às 23h locais devido à longa interrupção de mais de quatro horas por causa da chuva na semifinal masculina, a cazaque começou em ritmo tranquilo.

Depois de sofrer a quebra no saque inicial, ela foi melhorando e sua maior potência a ajudou a vencer o primeiro set.

Apesar da derrota, Anhelina Kalinina, 47ª do mundo, vai conseguir a melhor colocação de sua carreira, após esta inesperada campanha em Roma. Em princípio será a 25ª do mundo no próximo ranking da WTA.

alu/iga/psr/aam