Mercado abrirá em 7 h 43 min
  • BOVESPA

    111.923,93
    +997,93 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,23 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,86
    +0,88 (+1,10%)
     
  • OURO

    1.822,20
    +12,60 (+0,70%)
     
  • BTC-USD

    17.209,51
    +230,06 (+1,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    407,76
    +6,34 (+1,58%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,88 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    19.320,62
    +645,27 (+3,46%)
     
  • NIKKEI

    27.789,33
    +11,43 (+0,04%)
     
  • NASDAQ

    11.995,75
    -14,50 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5198
    +0,0258 (+0,47%)
     

Elemento fundamental para existência de vida é encontrado em lua de Saturno

Elemento fundamental para existência de vida é encontrado em lua de Saturno
Elemento fundamental para existência de vida é encontrado em lua de Saturno

A busca incessante por vida extraterrestre – ou indícios dela – tem gerado resultados interessantes para a comunidade científica. Após observações na superfície de Encélado, uma lua que orbita Saturno, os pesquisadores encontraram evidências de que há água com fósforo dissolvido no astro.

O fósforo é um elemento químico muito importante para a formação da vida. É ele quem dá origem aos fosfatos presentes nas membranas das células, nos nucleotídeos do DNA e RNA e na produção de energia, através da respiração celular. Tudo indica que esse componente deve estar presente em concentrações relativamente altas no oceano Encélado.

Leia mais:

Planetas com mar sob uma camada superficial de gelo são prevalentes em nosso Sistema Solar. Essa foi uma das descobertas mais críticas feitas sobre ciência planetária nos últimos 25 anos. Dentre esses mundos, estão objetos distantes como Plutão e os satélites de planetas gigantes, como Europa -uma das luas de Júpiter-, Titã e Encélado -ambas as luas orbitam Saturno-.

Para que os oceanos superficiais permaneçam líquidos, como acontece na Terra, os planetas devem permanecer dentro de uma faixa específica de distância de suas estrelas hospedeiras. Essa localização é capaz de assegurar temperaturas que permitam a presença de água líquida na superfície.

Porém, com a descoberta de oceanos no interior de planetas nas mais variadas faixas de distância da estrela hospedeira, o número esperado de astros habitáveis na galáxia sofreu um aumento significativo. A sonda Cassini, responsável pela investigação de Saturno e suas peculiaridades, descobriu e estudou amostras de água líquida com fósforo dissolvido em Encélado, oriundas de fraturas na superfície gelada do astro.

Com base nos dados obtidos por Cassini, os pesquisadores realizaram uma modelagem termodinâmica e cinética que simulava a geoquímica do fósforo no fundo do oceano em Encélado. A partir desse estudo, eles desenvolveram um modelo geoquímico completo de dissolução mineral e previram que os minerais fosfato seriam especialmente solúveis naquele local.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!