Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.259,54
    -69,93 (-0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,20
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Eleições 2022 | Tira-dúvidas do TSE no WhatsApp agora tem checagem de fatos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou oficialmente sua nova ferramenta de checagem de informações pelo WhatsApp. Fruto de uma parceria entre o TSE e as empresas Meedan e Infobip, o recurso foi adicionado ao canal oficial do tribunal no mensageiro da Meta e tem o objetivo de ajudar os eleitores a identificar notícias falsas com relação ao processo eleitoral.

O recurso funcionará como um chatbot e permitirá que os eleitores pesquisem por assuntos relacionados ao pleito e, imediatamente, recebam conteúdos verificados por um consórcio de agências de checagem de fatos que são parceiras do TSE. Participarão das checagens as agências Lupa, Aos Fatos, Estadão Verifica e o Projeto Comprova.

Caso o conteúdo pesquisado pelo eleitor ainda não tenha sido verificado por uma dessas agências, a informação será encaminhada para o consórcio de checadores de fatos. Em breve, os eleitores poderão se cadastrar para serem notificados quando os conteúdos estiverem disponíveis.

Alta procura por checagens

Atualmente, a conta verificada do TSE no WhatsApp tem mais de 530 mil inscritos e, além da verificação de informações, permite a interação com o tribunal e vem sendo usada para sanar todos os tipos de dúvidas dos eleitores. Entre os conteúdos mais procurados estão a consulta de situação eleitoral e local de votação, informações sobre cadastro e uso da biometria.

”Essa é mais uma novidade que implementamos para permitir que qualquer pessoa tenha condição de pesquisar de forma rápida e fácil se a informação que recebeu é verdade ou não”, diz a secretária de comunicação e multimídia do TSE, Giselly Siqueira. “Antes de compartilhar, mande para o Bot do TSE e verifique. Enfrentar a desinformação é tarefa de todo mundo”, completa ela.

Como usar a ferramenta

Para conversar com o tira-dúvidas do TSE, basta enviar uma mensagem para o telefone +55 61 9637-1078 no WhatsApp. Em seguida, no menu “Ver tópicos”, selecione a opção “Fato ou boato?” para consultar informações checadas. Nesta opção serão disponibilizadas algumas dicas para que o eleitor consiga identificar mais facilmente a veracidade de uma determinada notícia.

Selecionando a opção “Fazer uma consulta”, o eleitor poderá enviar o link de uma notícia que gostaria de pesquisar. Em seguida, a inteligência artificial do chatbot buscará os conteúdos já checados relacionados àquele tema.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: