Mercado fechado

Eleições 2020: PM é preso suspeito de boca de urna em São João do Meriti, na Baixada

Extra
·1 minuto de leitura

Um policial militar foi preso, na manhã deste domingo, dia 29, suspeito de praticar boca de urna em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, onde acontece o segundo turno das Eleições municipais de 2020. A informação foi confirmada pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro, o desembargador Cláudio Brandão de Oliveira. O agente foi flagrado com material de campanha, armado e com dinheiro em espécie em frente ao maior ponto de votação da cidade. Ele foi levado pela Polícia Civil para delegacia.

Segundo o Disque Denúncia, a boca de urna está acontecendo em diferentes pontos para conquistar eleitores. O Twitter oficial do portal divulgou três endereços: Avenida Heronildes Martins dos Santos, na Vila Rosali; Rua José Antônio Nora, no bairro Agostinho Porto; e Rua Antônio Garcia, em Vilar dos Teles.

São João de Meriti tem na disputa de segundo turno os candidatos Dr. João (DEM) e Leo Vieira (PSC). Um deles será escolhido por 376,9 mil eleitores, que votam em 119 locais, para governar o município. O TRE-RJ disponibilizou cerca de 1,1 mil urnas eletrônicas.