Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.750,22
    +1.458,62 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.646,03
    -288,18 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,09
    +0,45 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.842,00
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    18.883,99
    -10,53 (-0,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    365,19
    -14,05 (-3,71%)
     
  • S&P500

    3.699,12
    +32,40 (+0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.218,26
    +248,74 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.550,23
    +59,96 (+0,92%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.509,25
    +47,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2497
    +0,0137 (+0,22%)
     

Eleições 2020: como justificar o voto online no segundo turno

Bruno Salutes
·5 minuto de leitura

As Eleições Municipais de 2020 já foram encerradas em diversas cidades do Brasil. No entanto, 57 municípios precisarão de segundo turno. Caso você não consiga comparecer à votação no dia 29 de novembro, existem maneiras de justificar o voto online. Saiba mais!

Tudo sobre as Eleições 2020

Neste artigo, você vai poder conferir quem pode votar, o que acontece se você não votar nem justificar e quais os meios disponíveis para que você possa justificar o seu voto!

Eleições 2020: quem pode votar

No Brasil, o voto é obrigatório para todo cidadão alfabetizado, nato ou naturalizado, com idade entre 18 e 70 anos. O voto é facultativo apenas para:

  • Jovens entre 16 e 17 anos;

  • Idosos com mais de 70 anos;

  • Analfabetos.

Para os eleitores que não coletaram a biometria em 2020, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não irá suspender o título e, por isso, estão aptos a votar. No tutorial abaixo, você pode conferir como verificar a sua zona e seção eleitoral:

No entanto, aqueles que já estavam com o título suspenso antes não podem votar, e devem regularizar a sua situação eleitoral após as Eleições 2020, quando o cadastro eleitoral for reaberto.

Eleições 2020: quando será o segundo turno?

O segundo turno das Eleições 2020 acontece no dia 29 de novembro em 57 cidades brasileiras. O período da manhã continua sendo preferencial para cidadãos acima dos 60 anos, do grupo de risco, para evitar aglomerações durante a pandemia de COVID-19. Em Macapá, cidade atingida pelo apagão recentemente, o primeiro turno acontecerá em 6 de dezembro.

O uso de máscara e de álcool gel são obrigatórios e, além disso, o período de votação foi ampliado, indo de 7h às 17h. Pessoas com 60 anos ou mais terão preferência para votar independentemente da ordem de chegada no período entre 7h e 10h. Para evitar possíveis aglomerações, é recomendado que os eleitores já saibam o local de votação, zona e seção previamente antes de chegarem no local.

Caso você não possa comparecer ao local de votação no dia, é possível justificar a ausência. Para isso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza ferramentas para realizar o processo online.

Eleições 2020: o que acontece se não votar e nem justificar

Segundo o TSE, os eleitores que não votaram e tampouco justificaram em até 60 dias após a eleição, devem pagar multa de R$3,51 por cada turno ausente para regularizarem a sua situação eleitoral.

Enquanto o eleitor estiver em débito com a Justiça Eleitoral, ele não pode tirar ou renovar passaporte, receber salários caso tenha emprego público, renovar matrícula ou matricular em instituição de ensino público, prestar concurso público, entre outras penalidades.

Aqueles que não votaram, não justificaram por três eleições seguidas e não quitaram a multa devida, terão suas inscrições canceladas. No tutorial abaixo, você pode verificar se possui pendências com a Justiça Eleitoral:

Eleições 2020: como justificar o voto

Os eleitores que não estiverem em seu domicílio eleitoral possuem duas opções para justificarem o voto. A primeira é indo a uma seção eleitoral com os documentos (título de eleitor e/ou documento de identidade com foto) e preencher o formulário presencialmente.

A segunda é de maneira digital. Se você, por algum motivo não pôde comparecer presencialmente a nenhuma zona e seção eleitoral, pode justificar o voto através do app e-Título ou pelo sistema Justifica do TSE e os prazos são:

  • 1º turno: 14 de janeiro;

  • 2º turno: 28 de janeiro.

Não se esqueça: você deve justificar o voto para cada turno perdido.

Como justificar o voto pelo e-Título

Após a eleição, os eleitores podem justificar o voto diretamente no app e-Título (Android | iOS). Vale ressaltar que este app não irá consumir pacote de dados para os clientes Claro, Oi, TIM, Vivo, Algar e Sercomtel.

Passo 1: após fazer a sua inscrição no e-Título, acesse a aba “Mais opções” à direita do menu inferior.

No app e-Título, acesse a aba "Mais opções" no menu inferior (Captura de tela: Matheus Bigogno)
No app e-Título, acesse a aba "Mais opções" no menu inferior (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 2: na seção “Justificativa”, clique na opção “Justificativa de ausência”.

Em seguida, selecione a opção "Justificativa de ausência" (Captura de tela: Matheus Bigogno)
Em seguida, selecione a opção "Justificativa de ausência" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 3: selecione as Eleições Municipais de 2020, digite a sua justificativa, preencha o campo com o seu e-mail e clique em “Próximo”.

Selecione o turno das eleições atuais, digite a justificativa, o e-mail e clique em "Próximo" (Captura de tela: Matheus Bigogno)
Selecione o turno das eleições atuais, digite a justificativa, o e-mail e clique em "Próximo" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 4: carregue documentos que justificam a sua ausência e clique em “Concluir”.

Anexe os documentos comprobatórios e clique em "Concluir" (Captura de tela: Matheus Bigogno)
Anexe os documentos comprobatórios e clique em "Concluir" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Como justificar o voto pelo sistema Justifica

Passo 1: acesse o site do sistema Justifica do TSE e clique em “Iniciar requerimento de justificativa”.

Acesse o sistema Justifica do TSE e clique em "Iniciar requerimento de justificativa" (Captura de tela: Matheus Bigogno)
Acesse o sistema Justifica do TSE e clique em "Iniciar requerimento de justificativa" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 2: preencha o seu título eleitoral, seu nome, data de nascimento, marque a opção “Não sou um robô” e clique em “Avançar”.

Preencha todos os dados e clique em "Avançar" (Captura de tela: Matheus Bigogno)
Preencha todos os dados e clique em "Avançar" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 3: em seguida, preencha e confirme seu e-mail, insira seu telefone, e selecione o turno das Eleições 2020.

Preencha os dados indicados para poder prosseguir (Captura de tela: Matheus Bigogno)
Preencha os dados indicados para poder prosseguir (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 4: escreva o motivo, anexe até dois documentos comprobatórios e clique em Enviar no canto inferior. Feito isso, você vai receber, através do e-mail cadastrado, o número de protocolo para acompanhar o andamento do processo.

Escreva sua justificativa, anexe os documentos e clique em "Enviar" no canto inferior (Captura de tela: Matheus Bigogno)
Escreva sua justificativa, anexe os documentos e clique em "Enviar" no canto inferior (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Pronto! Agora você sabe quem está apto a votar nas Eleições Municipais de 2020, como justificar o seu voto e o que acontece com quem não vota e não justifica.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: