Eike perde o posto de homem mais rico do país para dono da Ambev

Eike Batista não é mais o homem mais rico do Brasil. Pelo menos por enquanto. De acordo com ranking da agência Bloomberg, ele perdeu o título para Jorge Paulo Lemann, principal acionista de empresas como Ambev, Lojas Americanas e Burger King, depois de forte desvalorização de suas companhias na bolsa de valores nesta sexta-feira (30).

Leia também:
Brasil cresce menos do que seus pares do Brics
Salário mínimo paulista poderá ser elevado para R$ 755 em 2013
ANP aponta queda no preço do etanol em 10 Estados
 

A OSX, que fabrica navios, registrou a mais acentuada queda entre as seis empresas de Eike listadas na Bovespa, com perda que chegou a passar de 6%. Com isso, a fortuna de Eike soma cerca de US$ 18,6 bilhões, quase metade do que havia alcançado em março deste ano, segundo o índice de bilionários da Bloomberg.

Lemann possui uma fortuna estimada em US$ 18,9 bilhões, beneficiado com o crescente valor de mercado da Ambev, que superou a Petrobras como a companhia mais valiosa do país.


Em agosto, uma versão do ranking de bilionários da revista "Forbes" colocava Eike em "empate técnico" com o Lemann no topo da lista dos mais ricos do país.
Jorge Paulo Lemann, acionista da InBev, controladora da Ambev.

Carregando...