Eike Batista afirma que termelétricas ajudarão Governo a evitar blecautes

Brasília, 16 jan (EFE).- O empresário Eike Batista declarou nesta quarta-feira que duas termelétricas de sua companhia MPX, que aumentarão nos próximos dias sua capacidade de geração de energia, ajudarão o Governo a evitar um racionamento elétrico.

"Temos vários projetos, plantas, que estão entrando agora e que vão integrar o parque brasileiro para ajudar a não ter racionamento. Não vai ter", afirmou a jornalistas em Brasília o homem mais rico do Brasil após uma reunião com a presidente Dilma Rousseff.

A energia será produzida nas quatro novas turbinas a gás natural das termelétricas Maranhão III e Maranhão IV, com um aumento em cada uma de 170 megawatts.

De maneira adicional, detalhou Eike, a MPX aumentará em 3 mil megawatts a capacidade do sistema elétrico brasileiro em 2013, através das termelétricas nos estados do Maranhão e Ceará.

O empresário se reuniu depois com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, para apresentar-lhe os novos projetos de seu conglomerado na área de eletricidade.

Sobre a companhia petrolífera OGX, a principal empresa de seu grupo e que reduziu seu valor de mercado em 2012, Eike apontou que os movimentos na bolsa são "algo natural".

Além de Eike, Dilma recebeu hoje no Palácio do Planalto o empresário Jorge Gerdau, líder do grupo siderúrgico Gerdau. EFE

Carregando...