Mercado fechado

Eduardo Cunha planeja ser solto até o Natal

Cunha cumpre prisão preventiva desde 2016 (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Advogados do ex-presidente da Câmara já derrubaram dois pedidos de prisão preventiva

  • Ele foi condenado em segunda instância, que desde a semana passada não significa prisão

Ex-presidente da Câmara dos Deputados e preso preventivamente desde 2016, Eduardo Cunha (MDB-RJ) pretende deixar a prisão até o Natal. Além da prisão preventiva, Cunha também foi encarcerado por ter sido condenado na segunda instância – que, desde a mudança de entendimento do STF na semana passada, não significa prisão.

Os advogados de defesa do político já derrubaram dois pedidos de prisão preventiva – resta derrubar apenas um para possibilitar que ele saia da penitenciária Bangu 8, onde também já esteve preso o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. A prisão preventiva pendente está sendo analisada pela Justiça de Brasília.

Leia também

A segunda prisão preventiva caiu por decisão da Primeira Turma do Tribunal Federal Regional da 5ª Região (TRF-5), por dois votos a um. A defesa de Eduardo Cunha apresentou a tese de que os argumentos utilizados para justificar a detenção já não se sustentam, e que há excesso de prazo no processo.

Com apenas uma preventiva entre ele e a liberdade, Cunha já se mostra otimista faz planos para quando sair da prisão, de acordo com a coluna do jornalista Guilherme Amado na revista Época. O emedebista pretende passar o Natal em sua mansão na Barra da Tijuca ao lado de sua esposa, Claudia Cruz, e o restante da família.