Mercado fechará em 21 mins
  • BOVESPA

    105.790,28
    -1.944,73 (-1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.854,23
    -165,82 (-0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,81
    +1,31 (+1,59%)
     
  • OURO

    1.794,70
    +12,80 (+0,72%)
     
  • BTC-USD

    60.851,32
    -1.959,91 (-3,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.450,36
    -52,67 (-3,50%)
     
  • S&P500

    4.550,26
    +0,48 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    35.731,13
    +128,05 (+0,36%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.354,50
    -124,25 (-0,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5884
    +0,0074 (+0,11%)
     

Eduardo Bolsonaro testa positivo para Covid-19 e comitiva brasileira na ONU já tem três infectados

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O deputado federal Eduardo Bolsonaro confirmou nesta sexta-feira que também foi diagnosticado com Covid-19. O filho do presidente Jair Bolsonaro também estava na comitiva do governo federal para Nova York, onde o presidente discursou na Assembleia-Geral da ONU.

A informação foi revelada pelo "R7" e confirmada pelo GLOBO com integrantes que estiveram com o governo em Nova York. Eduardo Bolsonaro é o terceiro integrante da comitiva a receber o teste positivo para Covid-19. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi o segundo.

Além dos dois, a ministra Tereza Cristina também confirmou nesta sexta-feira que recebeu o diagnóstico para a doença. A ministra da Agricultura, entretanto, não esteve na comitiva em Nova York.

Além de Eduardo e Queiroga, cerca de 50 pessoas que participaram da viagem aos Estados Unidos também estão em isolamento por determinação da Anvisa, incluindo o presidente Jair Bolsonaro, que permanece no Palácio da Alvorada. A comitiva será testada no final de semana e, se receber um resultado negativo, poderá voltar às atividades presenciais na próxima semana.

Na última quarta-feira, o secretário de Comunicação da Presidência, Adnré Costa afirmou que Bolsonaro está assintomático e que seguirá no Palácio do Alvorada até o período de cinco dias após o último contato com Queiroga, que se deu na terça-feira. Esse regramento, previsto no guia do Ministério da Saúde epidemiológico para o vírus, valerá para todos os outros.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos