Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.371,48
    -690,52 (-0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.092,31
    +224,69 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,72
    +0,29 (+0,47%)
     
  • OURO

    1.787,40
    +5,40 (+0,30%)
     
  • BTC-USD

    49.372,46
    -5.124,42 (-9,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.106,19
    -136,86 (-11,01%)
     
  • S&P500

    4.134,98
    -38,44 (-0,92%)
     
  • DOW JONES

    33.815,90
    -321,41 (-0,94%)
     
  • FTSE

    6.938,24
    +42,95 (+0,62%)
     
  • HANG SENG

    28.978,01
    +222,67 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    28.991,77
    -196,40 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    13.773,00
    +22,75 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5450
    +0,0034 (+0,05%)
     

Eduardo Bolsonaro publica imagem com Zé Gotinha "armado" com seringa

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - MARCH 01: Eduardo Bolsonaro, Federal Deputy gives a thumbs up during the opening ceremony of the festivities in honor of the 90th anniversary of the statue of Christ the Redeemer on March 1, 2021 in Rio de Janeiro, Brazil. The monument was inaugurated in 1931, and the announcement of the festivities coincides with today's date when the city of Rio de Janeiro celebrates 456 years. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)
Eduardo Bolsonaro é criticado nas redes (Photo by Buda Mendes/Getty Images)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) publicou nas redes sociais, na sexta-feira (13), uma imagem do Zé Gotinha segurando um fuzil em forma de seringa. No primeiro tuíte, a foto estava acompanhada da frase “Nossa arma agora é a vacina!”, mas a mensagem foi apagada horas depois e repostada com o texto “Nossa arma é a vacina!”. 

Eduardo Bolsonaro
Postagem do deputado Eduardo Bolsonaro (Reprodução)

A publicação rapidamente viralizou nas redes. O deputado alterou o texto depois de ser chamado atenção no Twitter por conta do "agora". Desde o início da pandemia, o presidente Jair Bolsonaro insistiu em desacreditar as vacinas contra covid-19 e chegou a afirmar que não se vacinaria contra o coronavírus.

Leia também:

Depois do pronunciamento do ex-presidente Lula, nesta semana, a família Bolsonaro começou a reposicionar o discurso do governo federal sobre a importância da vacinação contra a covid-19. 

Durante sua coletiva, Lula criticou o comportamento do presidente no enfrentamento da pandemia.

Cadê o Zé Gotinha? Bolsonaro mandou embora porque pensou que era petista", disse Lula.

Na quarta-feira, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) já tinha feito algo semelhante: pediu no Telegram para que os seus seguidores viralizassem uma foto de Bolsonaro com o mesmo texto, “nossa arma é a vacina”. A mesma imagem também foi compartilhada por ele no Twitter, onde afirmou que “nos próximos dois meses vacinaremos dezenas de milhões de brasileiros”.

ZÉ GOTINHA MILICIANO

Deputados da oposição e usuários da rede social criticaram a associação do personagem que ajudou a vacinar milhões de crianças com uma arma. A montagem acabou popularmente conhecida nas redes como “Zé Gotinha Miliciano”.