Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.608,76
    -345,14 (-0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.036,38
    +293,23 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,51
    +2,08 (+1,92%)
     
  • OURO

    1.808,40
    +6,90 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    20.389,62
    +1.132,73 (+5,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    442,31
    +22,17 (+5,28%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.232,65
    +64,00 (+0,89%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.466,75
    +312,94 (+1,20%)
     
  • NASDAQ

    11.702,00
    +90,75 (+0,78%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5471
    -0,0069 (-0,12%)
     

Eduardo Bolsonaro elogia juíza que quis manter gravidez de garota estuprada

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 04.05.2022 - O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 04.05.2022 - O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) saiu em defesa da juíza Joana Ribeiro Zimmer, que tentou prolongar a gestação de uma criança violentada aos 10 anos.

Durante audiência, a magistrada perguntou se a menina poderia "aguentar mais um pouquinho" e se o "pai" concordaria em entregar o bebê para adoção.

"A juíza está certa", disse o filho do presidente, ao comentar um vídeo postado pela ativista conservadora Eduarda Campopiano numa rede social, em que ela critica a defesa da interrupção da gravidez.

O deputado aproveitou para ironizar os que defenderam a primazia da ciência durante a pandemia. "E vale lembrar que quem primeiro impediu o aborto foi a equipe médica, Respeitem a ciência", disse.

Antes da audiência com a juíza, a criança havia sido levada ao hospital pela mãe para interromper a gravidez. Como já estava com 22 semanas de gestação, a equipe, que só realizava o procedimento até 20 semanas, recusou-se a fazer o aborto.

"Além disso, o bebê poderia ser entregue para adoção, algo muito mais civilizado do que condená-lo a pena de morte sem ter culpa de nada", concluiu Eduardo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos