Mercado fechará em 5 h 17 min

Editor de vídeo do Snapchat ganha novas ferramentas avançadas

O Snapchat anunciou o lançamento de um conjunto de ferramentas para edição de vídeo avançada. O chamado Modo Diretor vai permitir que as pessoas produzam seus conteúdos pelo app da rede social nos celulares, sem precisar de editores externos.

O Modo Diretor estava sendo testado desde abril, mas ainda não havia sido demonstrado publicamente. Trata-se de um conjunto de novos recursos para filmar e editar vídeos, incluindo algumas ferramentas clássicas do TikTok e Instagram.

A tela verde, por exemplo, permite a gravação com fundo monocromático que pode ser digitalmente removido para dar lugar a outro vídeo ou imagem. Outro exemplo é o uso da câmera dupla para produção de conteúdo. Antes exclusivo do iOS, o recurso é uma cópia do BeReal que permite fotografar ou gravar com a câmera frontal e a traseira simultaneamente.

Tela verde, câmera dupla e cortes rápidos chegam ao Snapchat (Imagem: Reprodução/Snap)
Tela verde, câmera dupla e cortes rápidos chegam ao Snapchat (Imagem: Reprodução/Snap)

O Director Mode também trará ferramentas de edição rápida para cortar ou juntar vários vídeos. Foi adicionado um acelerador ou redutor da velocidade dos vídeos, permitindo a criação de efeitos como o slowmotion. Todas essas opções ficam escondidas no ícone do Modo Diretor na barra de ferramentas ou podem ser acessadas com um toque no botão “Criar” no Holofote.

A novidade está disponível para todos os usuários do Snapchat do iOS e do Android. Se ainda não apareceu na sua conta, tente atualizar o programa e ver se resolve.

A Snap lançou, em dezembro de 2021, um aplicativo independente para edição de vídeos. O Story Studio permitia fazer cortes, adicionar textos, inserir músicas e brincar com recursos de realidade virtual. O problema é que muita gente sequer conhecia o app, então acabava editando os conteúdos em outros programas.

Snapchat em busca do sucesso

Com um público limitado, a Snap tenta adicionar recursos para expandir sua plataforma em mais localidades além dos Estados Unidos. Uma das iniciativas mais recentes foi o lançamento do Spotlight, uma tentativa de copiar os vídeos curtos do TikTok. A empresa chegou a lançar programas de monetização de conteúdo para atrair criadores, mas isso não foi suficiente para decolar.

Com as ferramentas de edição, o Spotlight deve ser fortalecido, afinal os vídeos curtos exigem edições. A empresa quer que ao menos 30% dos usuários utilizem os vídeos curtos todos os dias em 2023, meta ousada para uma rede famosa pelo formato de Stories.

A empresa também lançou o Snapchat+, um serviço de assinatura que apresenta recursos exclusivos para os pagantes. Em agosto, a rede social comemorou ter chegado à marca de um milhão de assinantes em apenas três meses.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: